Home - Convergência Digital
Veja mais
Veja mais

C&M Software anuncia a contratação de novos executivos

Convergência Digital - Carreira
Da redação - 10/04/2012

A C&M Software anuncia a contratação de Francisco Carlos Aguiar para o cargo de diretor de Relações Institucionais. A área recém-criada será responsável pelo planejamento, organização e execução de ações estratégicas inerentes ao desenvolvimento e ampliação de novas soluções voltadas para o mercado financeiro.

“A C&M Software é líder no fornecimento de tecnologia para atender a demanda dos setores de análise de crédito, cobrança, vendas e risco de fraude. O nosso objetivo é manter essa expertise e pioneirismo sempre à frente do mercado”, comenta o novo diretor.

Francisco Carlos Aguiar é bacharel em Administração de Empresas, com especialização em Análise de Sistemas pela PUC-Campinas (1984), e construiu sua carreira em empresas dos segmentos financeiro e de TI, tais como Banco CCF (Credit Commercial de France), Labo e DIGIREDE (fabricantes nacionais de computadores), CMagnani (Telemarketing ) e HELA Tecnologia (consultoria em informática).

Outra novidade é a chegada de Antonio Kikuti, profissional com larga experiência na área financeira, que assume também a recém-criada Diretoria de Modelos Preditivos (modelos estatísticos baseados no histórico comportamental dos indivíduos). Bacharel em Matemática pela FMU-SP, Kikuti atuou em empresas como Banco PanAmericano, ABN Amro Bank, BankBoston e Banco do Brasil, e ingressa na C&M Software com a missão de alavancar as vendas de modelos preditivos. “Nossa meta é oferecer ao mercado modelos preditivos cada vez mais assertivos, onde o cliente consegue com segurança reduzir suas taxas de inadimplência, aumentar as vendas e a rentabilidade dos negócios”, diz Kikuti.

Segundo o presidente da C&M Software, Orli Machado, a integração desses novos profissionais à C&M Software faz parte do processo de reestruturação pela qual a empresa vem passando desde o final do ano passado, quando convidou a executiva Juliana Catanhêde para comandar a nova Diretoria Comercial, com o objetivo de ganhar mobilidade e independência na relação com o mercado.

Juliana é formada em Direito, com especialização em Direito Tributário, CRM, Leadership – Team Management. Possui seis anos de experiência em relacionamento com clientes com o foco principal no desenvolvimento comercial sobre produtos e serviços, garantindo a melhor estratégia para a penetração e consolidação em diversos segmentos de mercado: serviços financeiros, telecomunicações, publicidade, indústrias, serviços públicos e, sobretudo no Mercado Financeiro. Entre as empresas onde acumulou passagens estão a ZipCode Tecnologia e a BRD Informática.

Para completar as mudanças, Roberto Vergili foi promovido a diretor de desenvolvimento de produtos, onde passará também a coordenar a área de Suporte Nível 1 da empresa. Vergili já atuava na C&M Software há oito anos como gerente de desenvolvimento. Com o desafio do novo cargo, Vergili pretende focar nas atividades de novos produtos para manter o ritmo de crescimento alcançado pela C&M Software nos últimos anos.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Quatro lições para dar coragem e autonomia às pessoas

Por Amanda Matos Cavalcante*

As pessoas são os principais e mais importantes ativos de uma corporação.

Destaques
Destaques

Lei Trabalhista: TST decide que demissão só pode ser homologada no sindicato

Tema é controverso, mas o ministro Alexandre Agra Belmonte decidiu em setença que "se o empregado tiver mais de um ano de serviço, o pedido de demissão somente terá validade se assistido pelo seu sindicato".

Os 10 cargos em alta na TI para 2018

Conhecimento técnico não é mais o diferencial. Habilidades no relacionamento e de liderança estão pesando muito na hora da contratação.

Área de TI volta a contratar depois de dois anos de retração no Brasil

Pesquisa diz que as empresas estão retomando a contratação de profissionais seniores por conta dos projetos de IoT, Segurança da Informação e Inteligência Artificial.

Um em cada cinco trabalhadores dependerá da Inteligência Artificial

Confundir IA com automação por conta das previsões pessimistas de perdas de emprego ofusca o maior benefício da tecnologia, adverte o Gartner. Consultoria projeta a criação de dois milhões de novos postos de trabalho, por conta da IA, até 2025.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site