GOVERNO » Política Industrial

SLTI: Software público ganhou espaço por resultados

Luiz Queiroz ... 11/04/2012 ... Convergência Digital

A resposta foi dada pelo diretor do Departamento de Integração de Sistemas de Informação, Corinto Meffe, às críticas feitas nesta quarta-feira, 11/04, em audiência pública no Senado por empresários do setor de software, de que as empresas estatais, o Portal do Software Público e as soluções de código aberto, estariam "tirando espaço" do setor privado nas compras governamentais.

Corinto rebateu dizendo que se surpreendia com os empresários e representantes de entidades do setor, por estarem retornando a uma velha discussão, considerada por ele como "pequena", para se tornar num argumento ou motivo que explique a eventual falta de resultados positivos na indústria nacional.

"O Software público não alcançou consenso no governo por imposição. Ele alcançou consenso por resultados", rebateu.

Segundo Corinto, o Portal do Software Público conta hoje com 56 soluções e nenhum ofertante pediu para sair. E o programa tem gerado bons resultados e oportunidade de negócios, em todas as regiões do país.


CDES quer prioridade para proteção de dados e transformação digital

O Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES) recomendou ao governo que garanta dotação orçamentária adequada e mecanismos de acompanhamento da digitalização do setor público.

Serpro estuda redução de jornada para cobrir eventual reoneração da folha

Informação veio através de comunicado da diretoria da empresa no Rio de Janeiro, que alega que a folha de pagamentos já alcança 70% da receita líquida e não teria como voltar a assumir um aumento de 20% na tributação pela folha.

Big data no Governo Federal levou ao corte de 5 milhões do Bolsa Família

Cruzamento de informações entre diferentes bases de dados pelo Ministério do Desenvolvimento Social é ‘garoto propaganda’ do Govdata, o Big Data do governo federal.

Serpro economiza mais de R$ 300 milhões com isenção de ICMS

Supremo Tribunal Federal dá ganho de causa para a empresa estatal, que vinha sendo cobrada pelo não recolhimento de ICMS pela Secretaria da Fazenda do Distrito Federal. Justiça entendeu que o Serpro presta um serviço público ao fornecer SCM pela Infovia Brasília.

Diretor da Dataprev que propôs demitir mil funcionários pede exoneração

Desafeto político do presidente da estatal, Leandro Magalhães, Júlio César de Araújo Nogueira foi imposto para a diretoria da empresa pelo ex-ministro do Planejamento, Dyogo Henrique de Oliveira, que, agora, segue para a presidência do BNDES.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G