GOVERNO » Política Industrial

SLTI: Software público ganhou espaço por resultados

Luiz Queiroz ... 11/04/2012 ... Convergência Digital

A resposta foi dada pelo diretor do Departamento de Integração de Sistemas de Informação, Corinto Meffe, às críticas feitas nesta quarta-feira, 11/04, em audiência pública no Senado por empresários do setor de software, de que as empresas estatais, o Portal do Software Público e as soluções de código aberto, estariam "tirando espaço" do setor privado nas compras governamentais.

Corinto rebateu dizendo que se surpreendia com os empresários e representantes de entidades do setor, por estarem retornando a uma velha discussão, considerada por ele como "pequena", para se tornar num argumento ou motivo que explique a eventual falta de resultados positivos na indústria nacional.

"O Software público não alcançou consenso no governo por imposição. Ele alcançou consenso por resultados", rebateu.

Segundo Corinto, o Portal do Software Público conta hoje com 56 soluções e nenhum ofertante pediu para sair. E o programa tem gerado bons resultados e oportunidade de negócios, em todas as regiões do país.


Call centers alegam que aumento no PIS/Cofins cortaria 5% do faturamento

Segmento adere a grita do setor de serviços contra os estudos anunciados pelo Ministério da Fazenda de correção do tributo para compensar perdas de receitas.

Serpro/ITI iniciam atualização dos certificados SSL dos sites do Governo

Instituto Nacional de Tecnologia da Informação informa que serão emitidos certificados digitais na cadeia v2 pela ACSerpro para encerrar as menasgens 'esta conexão não é confiável' nos sites do governo federal. Entidade, no entanto, não divulgou um cronograma de atualização.

MCTIC precisa de R$ 2 bi para fechar ano e fala em 'pressão saudável' por recursos

"Temos que trabalhar, lutar e pressionar, porque não é um recurso que surge do nada. É um recurso muito disputado", advertiu o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab.

Abinee:"Com a nova TLP, o futuro da indústria é bastante nebuloso no Brasil"

Associação da Indústria Elétrica Eletrônica sustenta que a nova Taxa de Longo Prazo (TLP), no lugar da Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP), aprovada na MP 777, vai afetar 69% das empresas do setor que utilizam financiamentos do BNDES como fornecedoras de máquinas, equipamentos, sistemas e componentes.

Assespro e Brasscom defendem sistema distrital misto para a Reforma Política

Em comunicado conjunto, as entidades do setor de TI se mostram contra o financiamento político por parte do Estado e querem as cláusulas de barreira apenas em 2022. "É preciso darmos uma opinião setorial porque é uma reforma estruturante", diz o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G