NEGÓCIOS

Oracle x Google: Justiça define futuro do uso do Java no Android

Da redação ... 16/04/2012 ... Convergência Digital
m dos embates mais esperados do ano começa a acontecer na Justiça dos Estados Unidos. A ação da Oracle contra o Google, impetrada em agosto de 2010, começa a ser julgada num tribunal de são Francisco. No mês passado, houve uma tentativa, frustrada, de se negociar um acordo entre as partes. Em questão o desenvolvimento do Android e o uso da Java.

A Oracle processa o Google por violação de sete patentes envolvendo a linguagem Java, que pertenciam à Sun Microsystems, mas agora pertencem à Oracle. O Google, no entanto, afirma que a Sun era um grande apoiador do Android, e que a linguagem de programação seria livre para ser usada.

No início do processo, as estimativas de prejuízos eram de US$ 6,1 bilhões. Mas o Google limitou as reclamações da Oracle e, agora, permanecem apenas duas patentes, reduzindo os possíveis prejuízos. A Oracle está buscando aproximadamente US$ 1 bilhão em violação de direitos autorais.

Nas duas patentes, a companhia rejeitou uma oferta de acordo do Google de US$ 2,8 milhões, mais 0,5% da receita de uma patente do Android que expira em dezembro e 0,015% de uma segunda patente que expira em abril de 2018. Diante do embate, o juiz William H. Alsup exigiu no começo do mês que cada lado assumisse uma posição sobre se linguagens de programação são ou não protegidas por direitos autorais.

Segundo a Reuters, o caso é o primeiro dos quatro julgamentos que envolvem a Oracle agendado para os próximos meses, todos nos Estados Unidos, sendo três na Califórnia e um em Nevada. Os outros incluem um previsto para o final de maio contra a Hewlett-Packard sobre o microprocessador Itanium, um novo julgamento contra a SAP em junho sobre violação de direitos autorais, e outro de direitos autorais contra a concorrente menor Rimini Street, esperado para o final do ano.

Cobertura Especial do 2º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2017

Telebras desbanca teles e assume rede da Dataprev por R$ 292 milhões

Estatal assume rede que interliga 1,7 mil agências do INSS e data centers no lugar da Embratel, Telefônica, Oi e British Telecom.



Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do evento

Comissão mantém a intenção de cobrar ICMS do Netflix e WhatsApp

Relator da Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados, deputado Edmison Rodrigues, PSOL/PA, diz que há a intenção do governo federal de regular e tributar os serviços de valor adicionado.

TOTVS segura a liderança de ERP, mas SAP cresce nas PMEs

Em nenhum lugar do mundo uma empresa local tem mais de 1/3 do mercado como a TOTVS tem aqui", diz o professor Fernando Meirelles, da FGV. Oracle fica distante das rivais.

Investimento em TI resiste à turbulência da economia e da política

Em 2016, a média de aporte ficou em 7,6%, o mesmo percentual registrado em 2014 e 2015. Serviços é o segmento que mais investe em TI com 11%, com os bancos muito à frente, com 14%. Segundo a FGV, TI representa 8% do PIB do Brasil.

Windows engole o Linux e 'mata' open source nos servidores

O sistema operacional da Microsoft, que completou 32 anos, detém 97% do mercado nos usuários e 73% nos servidores empresariais. Nos Bancos de Dados, Oracle e Microsoft dominam o mercado empresarial.

TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G