INTERNET

Câmara inviabiliza tramitação do Marco Civil da Internet

Luís Osvaldo Grossmann ... 17/04/2012 ... Convergência Digital

A Câmara dos Deputados começou a inviabilizar a tramitação do Marco Civil da Internet. Na última quinta-feira, 12/4, a Mesa Diretora da Casa determinou que o projeto 2126/2011 seja apensado a outro, o PL 5403/2001. Na prática, significa misturar a proposta com outros 99 projetos de lei sobre Internet.

“Foi uma decisão equivocada. É como dizer que tudo o que trata de agricultura deve tramitar conjuntamente. Por isso, o mais adequado é que seja desapensado, até porque há muitos projetos inclusive sobre questões criminais, que é o contrário do que queremos fazer aqui”, reclamou o relator do Marco Civil, deputado Alessandro Molon (PT-RJ).

A comissão especial sobre o Marco Civil da Internet vai tentar ainda nesta terça-feira, 17/4, reverter a associação do projeto com os demais. Um requerimento para que seja desapensado foi preparado e deve contar com assinaturas de todos os integrantes da comissão – a ser entregue em reunião com o presidente da Câmara, Marco Maia.

O PL 5403/2001 – de autoria do senador cassado Luiz Estevão – é simples e trata apenas da guarda dos registros de conexão por um ano pelos provedores. Mas com ele são diretamente associados outros 46 projetos – que carregam com eles outros, resultando em 98 propostas sobre a Internet, além do Marco Civil.

Enquanto boa parte deles trata da guarda de logs de acesso e do registro dos usuários, há entre eles, por exemplo, o PL 4144/2004, do deputado Marcos Abramo, que cuida de crimes na rede e é basicamente uma versão muito próxima do substitutivo ao PL 84/99, do senador Eduardo Azeredo.


Projeto prevê Direito ao Esquecimento de pessoas públicas no Marco Civil

Projeto não tenta impedir a divulgação de fatos sobre ocupantes de cargos públicos, mas abre um debate sobre o esquecimento de fatos, ainda que verídicos, de pessoas públicas que podem um dia vir a ocupar cargos por meio de eleições.

Marco Civil da Internet é argumento para Justiça definir multa por hora

Medida foi tomada para obrigar a exclusão de uma postagem ofensiva contra um deputado na rede social. Normalmente, a multa é fixada em dias.

Assespro diz que Marco Civil da Internet já prevê acesso a dados de datacenters no exterior

Ao explicar a ação que move no STF ao Comitê Gestor da Internet, Assespro Nacional sustentou que em casos de pedofilia e ameaças à vida troca de informações com Judiciário é automática.

Google, Facebook e Twitter: Nem empresas, nem governo devem arbitrar a verdade

“Não é papel das empresas privadas arbitrar o que é verdade ou o que não é. Nem sei se deve ser papel de ninguém”, resume a gerente de políticas públicas do FB no Brasil, Mônica Rosina.

Polarização política no Brasil alimenta disseminação de ‘fake news’

Debate no CGI.br mostra que o combate às notícias falsas esbarra não apenas na dificuldade de defini-las, mas na vontade de quem espalha o que é conveniente.

Revista Abranet 23 . dez 2017 - jan/fev 2018
Veja a Revista Abranet nº 23 Qual é a fórmula do sucesso? Boas práticas aplicadas por corporações bem-sucedidas sugerem um caminho a seguir. Entrevista com Tadao Takahashi. Discussão sobre a lei de proteção de dados avança. E mais.
Clique aqui para ver outras edições

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet - Abranet

Empresas da Internet pedem mais segurança jurídica

“O Marco Civil da Internet trouxe base sólida para criar parâmetros para se ter lei mínima para a Internet seguir avançando, mas, infelizmente, vemos varias iniciativas tentando modifica-lo", afirmou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G