GESTÃO

Dataprev mantém demissões e gera crise com sindicatos

Luiz Queiroz ... 17/04/2012 ... Convergência Digital

O presidente da Dataprev, Rodrigo Assumpção, afirmou na audiência realizada nesta terça-feira,17/4, no Ministério Público do Trabalho (MPT), que não vai suspender os efeitos das 42 demissões imotivadas que pegaram de surpresa os trabalhadores da empresa, em todo o Brasil.

A Fenadados e os sindicalistas presentes decidiram criar uma comissão de trabalhadores da empresa e foram até à Secretaria-Adjunta do Ministério da Previdência, para protocolar um documento no qual fazem críticas ao processo e contra a decisão da direção da Dataprev.

Durante a audiência os sindicalistas manifestaram revolta contra a postura adotada pela diretoria da empresa.  "A forma como a Dataprev vem conduzindo todo esse processo é um total desrespeito ao trabalhador", afirma o diretor de Relações Sindicais do SINDPD-DF, Eudes Rodrigues da Silva, que juntamente com o diretor Paulo Roberto Ramos, acompanhou a audiência.

A Fenadados demonstrou que ao longo dos últimos cinco anos a Dataprev vem promovendo uma série de demissões imotivadas e, que agora, parece que o processo vai se acentuar. A empresa negou que esteja promovendo demissões em massa e ferindo o Acordo Coletivo do Trabalho (ACT).  A Fenadados insiste que as demissões são em massa e, muitas vezes, motivadas por perseguições políticas e pessoais. A empresa afirma que as demissões foram motivadas pela reestruturação e os planos de ação desenvolvidos desde 2009.

A procuradora do Trabalho, Dinamar Cely Hoffmann, solicitou mais documentos à empresa e vai aguardar a manifestação da Fenadados.  Em conversa informal com os sindicalistas, a procuradora afirmou que o caso é muito difícil. Hofmann solicitou que a federação faça sua manifestação com informações que demonstrem o desrespeito da empresa ao Acordo Coletivo de Trabalho. Também orientou aos sindicatos que promovam ações judiciais em defesa dos trabalhadores.  

Segundo o presidente da Fenadados, Carlos Albereto Valadares - Gandola, todos os sindicatos foram orientados a não homologarem novas demissões que estejam ocorrendo na Dataprev, assim como já vinha sendo feito no caso dos 42 que já foram demitidos. "Até que se resolva o impasse a direção da Dataprev terá de homologar qualquer demissão diretamente nas Delegacias Regionais do Trabalho", informou Gandola.


eSocial e as mudanças nas obrigações trabalhistas

A Fenacon preparou um documento relatando as obrigações que serão extintas com a entrada em vigor do novo regime.

Anatel vai cortar serviços de TI e parte do call center por falta de dinheiro

Agência reclama do corte de um terço do orçamento de custeio e investimentos previsto para este ano. “Impossível trabalhar com esses limites”, reclamou o presidente Juarez Quadros.

Sem consenso, Congresso adia indicações para Conselho de Comunicação Social

Eunício Oliveira indicou diretor da Claro para uma das vagas da sociedade civil. Oposição ameaçou pedir voto nominal e sessão foi derrubada por falta de quórum.

Telebras: Conselho de Administração aprovou diretriz sem saber que era fraude

Ex-presidente da Telebras, Caio Bonilha, levou ao Conselho de Administração documento falso, com assinatura forjada do antecessor Rogério Santanna para impedir reajuste de gratificação de funcionários. Prejuízo causado aos trabalhadores pode chegar a R$ 13 milhões.

Corporações estão saltando as tecnologias para suprir a demanda de TI

A renovação do parque de TI - suspensa nos últimos três anos - se faz obrigatória e aponta para uma retomada dos negócios em 2017 na América Latina, sustentam Diego Majdalani, presidente para América Latina da Dell EMC Commercial, e Octavio Osorio, vice presidente para AL da Dell EMC Enterprises.



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G