Home - Convergência Digital

Instituto Gabi busca voluntários à distância

Convergência Digital - Carreira
Da redação - 19/04/2012

Se você quer colaborar para uma entidade, mas tem dificuldades de se deslocar ou dispõe de poucas horas semanais, o Instituto Gabi – Centro de Referência, Orientação e Atendimento a Pessoas Portadoras de Deficiência – oferece uma boa oportunidade de se transformar em um voluntário à distância. Essa é uma das maneiras de auxiliar no atendimento de 70 crianças e adolescentes deficientes, além de permitir a abertura de vagas para as mais de 120 que estão na fila de espera.

Segundo o presidente da instituição, Francisco Sogari, “essa nova modalidade de voluntariado tem como facilitador a internet, que está onipresente no cotidiano das pessoas, por meio das diferentes ferramentas das redes sociais, comunidades, blogs, twitters, newsletters etc.”.

Sogari salienta a importância de distinguir o trabalho voluntário de outras ações de apoiadores, como doações de itens de uso na casa: “Toda a ajuda é bem vinda, mas não é suficiente, pois é pontual, tem começo, meio e fim. Já o trabalho voluntário à distância tem como característica a continuidade, mediante um planejamento”. E a gestora do Instituto Gabi, Mariana Roquette, complementa: “o voluntariado online consiste em um auxílio à distância que a pessoa pode nos oferecer tanto em sua área de expertise, quanto em alguma que ela tenha prazer em atuar”.

Enquanto o voluntário presencial auxilia diretamente nos atendimentos, acompanhando os profissionais da entidade nas atividades da semana – como na cozinha, limpeza, manutenção da casa, bazar e doações – e nos finais de semana, na organização e execução de eventos –, os voluntários à distância (hoje, aproximadamente 55) atuam principalmente nas áreas de comunicação (assessoria de imprensa, marketing, webdesign, diagramação etc.), administração e consultorias. “Atualmente, o Instituto Gabi precisa de voluntários à distância principalmente para atuar na área de webdesign e produção gráfica, para elaborar o material de divulgação de nossas campanhas, além das outras necessidades”, observa o presidente Sogari.

No momento, há três segmentos atuantes no Instituto, que são: REDE DE COMUNICADORES (indivíduos que possuem graduação e conhecimento na área de comunicação que ajudam a formular textos para redes sociais, blogs, assessoria de imprensa, etc.); COMISSÃO DE EVENTOS (indivíduos de diversos segmentos de atuação que ajudam a planejar, a melhorar e a divulgar os eventos da ONG); e ASSESSORIA JURÍDICA (advogada que auxilia e aconselha quando há dúvidas em assuntos pertinentes à área). As possibilidades de voluntariado online, para o futuro, segundo a gestora do Instituto, são em assessoria em gestão, assessoria pedagógica, assessoria de inovação e assessoria de captação de recursos.

A seleção de voluntário – seja presencial ou à distância – é feita mediante um cadastro. A diferença é que o voluntário presencial faz uma visita agendada, preenche o cadastro e assina o termo de adesão. Já o voluntário à distância preenche o cadastro eletrônico (que lhe é enviado), inscreve-se e o devolve com a adesão ao termo, de acordo com a Lei do Voluntariado, assinada pelo presidente Fernando Henrique Cardoso em fevereiro de 1998. “Esses procedimentos são previstos mesmo para quem só pode voluntariar nos finais de semana. Nesses casos, identificamos e conciliamos a disponibilidade e a necessidade”, reforça o presidente do Instituto Gabi.

O trabalho voluntário é fundamental para o Instituto Gabi, que durante os dois primeiros anos de atividades conseguiu manter-se somente com voluntários. “Atualmente”, conta Sogari, “é praticamente impossível atender 70 crianças e adolescentes com deficiência, de segunda a sexta-feira, durante quatro horas diárias, somente com voluntariado, que dedica cerca de 8 horas semanais. Precisamos de uma estrutura de profissionais remunerados, que hoje somam 18, e dos mais de 70 voluntários, presenciais e à distância. Eles nos dão um suporte fundamental e condições para dar a amplitude necessária ao nosso trabalho. Aumentar esse número com novos voluntários é uma de nossas metas”, acrescenta Sogari.

Para oferecer trabalho voluntário, deve-se estabelecer contato com o Instituto Gabi pelo telefone (11) 5564-7709, pelo email institutogabi@terra.com.br ou consultando o site www.institutogabi.org.br.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Quatro lições para dar coragem e autonomia às pessoas

Por Amanda Matos Cavalcante*

As pessoas são os principais e mais importantes ativos de uma corporação.

Destaques
Destaques

Profissional do futuro é um análogo do canivete suíço

Esse especialista terá de reunir capacidades polivalentes, diz o consultor Marcos Semola. O especialista também decreta: O RH que pensa na caixinha está morto.

Reforma trabalhista: Não haverá contrato novo ou velho

“Se não, muitos empresários poderiam dispensar os trabalhadores da ‘lei velha’ e contratar outros com contrato novo, pela ‘lei nova’. Para não haver esse perigo, a lei aplica-se a todos os contratos em vigor no Brasil”, explica o Juiz do Trabalho, Marlos Melek.

BI, big data e cientista de dados: salários entre R$ 12 mil a R$ 30 mil no Brasil

Pesquisa revela que corporações brasileiras buscam especialistas nessas áreas para conduzir seus negócios.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site