GOVERNO

Governo terá catálogo de dados abertos na Internet

Luís Osvaldo Grossmann ... 26/04/2012 ... Convergência Digital
O Ministério do Planejamento lança oficialmente no próximo 4/5 – uma versão beta já está no ar – o Portal Brasileiro de Dados Abertos, cujo objetivo é ser um catálogo dos dados públicos divulgados em padrão aberto e de fácil utilização, parte das iniciativas previstas pela Lei de Acesso à Informação, que entra em vigor em 16/5.

“O objetivo é termos ferramentas e soluções práticas para a divulgação de informações. Esse portal não terá os dados diretamente, mas os links de onde as informações podem ser encontradas, funcionando como um grande catálogo”, explica o secretario de Logística e TI do Planejamento, Delfino Natal de Souza.

A disponibilização dos dados abertos está prevista na Lei de Acesso à Informação (Lei 12.527/2011). O Portal, assim, faz parte da premissa de que órgãos e entidades públicas devem divulgar, independentemente de solicitações, informações de interesse geral ou coletivo. Essa divulgação deve se dar obrigatoriamente via Internet em todas as cidades com mais de 10 mil habitantes.

Segundo a SLTI, a construção do portal foi baseada na plataforma aberta chamada CKAN e disponibilizada pela instituição internacional Open Knowledge Foundation (OKFN) – seguindo o exemplo do portal existente no Reino Unido, que é reconhecido como um dos melhores do mundo. Isso significa que os dados serão disponibilizados em formato manipulável. “Elimina-se o PDF, de forma que os dados possam ser trabalhados”, completa o secretário de Logística e TI.


Acompanhe a Cobertura Especial do RioInfo 2016

Criar reserva de mercado não é a saída para o profissional de TI

Assespro Nacional, Softex, ABES, Fenainfo e TI Rio afirmam que a medida, se aprovada, pode vir a ser uma 'camisa de força' para o setor. Representantes das entidades advertem que fechar as portas para outros especialistas será um equívoco.

Acompanhe a Cobertura Especial do RioInfo 2016

Acompanhe a Cobertura Especial do WCIT 2016

Fim da gestão do Governo dos EUA abre nova era para a Internet

Desde 1º de outubro, as funções técnicas da internet – nomes, números e protocolos – não envolvem mais um contrato da ICANN com o governo americano. “O Brasil influenciou nessa transição”, diz o secretário-executivo do CGI.br, Hartmut Glaser. 


Acompanhe a Cobertura Especial do WCIT 2016

Governo prepara lançamento do satélite da Telebras para o dia 21 de março

O Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC) embarcou em direção ao Centro Espacial de Kourou, na Guiana Francesa. O equipamento saiu da cidade francesa de Cannes, local onde foi construído pela empresa Thales Alenia.

Governo fará censo para definir quais serviços serão 100% digitalizados

Ideia é centralizar os serviços digitalizados em um único canal, o Portal de Serviços do Governo Federal. Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações(MCTIC) não está na primeira fase da iniciativa.

Governo estuda fusão Serpro/Dataprev em três etapas

Pela proposta que está em debate no Ministério da Fazenda, duas etapas preliminares buscariam interligar a governança das estatais até que haja formalmente a fusão entre as duas maiores empresas públicas de TI.

Internet das coisas não deslancha com a cobrança do Fistel

“Esse é um serviço de escala, de volume. Algo que vai gerar, digamos R$ 1. Mas com um Fistel de R$ 8, não é possível”, afirma o presidente executivo do SindiTelebrasil, Eduardo Levy.


Cobertura Especial do 2º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2017

Telebras: rede única do governo fica pronta no 2º semestre e será 100% criptografada

Estatal confirma que a infraestrutura será fechada para os entes públicos das esferas municipal, estadual e federal. Previsão de ativação é para o segundo semestre.

Economia digital impõe a revisão das compras governamentais no Brasil

"Quem compra só por preço, compra mal, paga mais caro e vai ter de comprar de novo", adverte o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.

Tecnologia é oxigênio para as empresas enfrentarem a crise

Presidente do Conselho da Brasscom e da BRQ, Benjamim Quadros, adverte: é preciso enfrentar os desafios da evolução da tecnologia. "O segmento de call center precisa agora retreinar seus profissionais. Milhares vão ficar desempregados", diz.

Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do evento

  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G