TELECOM

TIM reforça capacidade e vai pro leilão 4G

Ana Paula Lobo ... 27/04/2012 ... Convergência Digital

Apesar de sustentar a tese que não havia necessidade de fazer o leilão da frequência neste momento, o presidente da TIM, Luca Luciani, deixou claro que a operadora vai participar do processo de licitação. Segundo o executivo, 'a oferta segmentada desenhada pela Anatel não exclui nenhuma operadora'. Empresa também reforça capacidade do backhaul com substituição dos circuitos alugados em cobre por conexões com fibra. "Teremos 1,7 mil antenas conectadas com fibra no Rio e em SP. Até o final do ano, estaremos nas 12 capitais sedes da Copa do Mundo".

Luciani falou sobre o leilão 4G, logo depois do anúncio realizado pela Anatel, durante a teleconferência com a imprensa para a divulgação dos resultados do primeiro trimestre de 2012. O tema, como não poderia deixar de ser, dominou as perguntas de jornalistas e analistas. Mesmo sem detalhar como será a sua participação - expectativa é que a TIM não formule interesse real na compra da faixa de 450 Mhz - o presidente da operadora considerou as regras anunciadas pela Anatel como 'interessantes, uma vez que deixa espaço para investimentos pós-aquisição de licenças'. Reforçou ainda que a competição não será travada no preço da licença, mas, sim, no desenvolvimento da infraestrutura.

Mas o tom crítico à necessidade do leilão 4G este ano foi mantido. "Não vemos razão para fazer o leilão agora porque temos muito a crescer com o 3G e com o HSPA+, que aumenta a velocidade para 42 Mbits, mas trata-se de uma evolução natural do cenário e,claro, vamos acompanha-lo", afirmou Luciani. Um dos pontos altos da apresentação da TIM foi o anúncio que a operadora irá interconectar 1700 antenas com fibra no Rio e em São Paulo, até o final deste ano. Também começará a expandir a rede de fibra para as 12 capitais sede da Copa do Mundo.

"Estamos trocando os circuitos alugados, muitos deles, em cobre com velocidades de 8 Mbits, por uma rede de fibra, que em São Paulo, nos dará conexões de 300 Mbits", afirmou o presidente da TIM. E será nessas antenas que a operadora planeja instalar os sites para a oferta do 4G. "Sem capacidade, não há 4G. O nome do jogo segue sendo a transmissão". TIM também informou que até dezembro, metade das ERBs 3G instaladas em São Paulo serão migradas para o HSPA+, que aumenta a velocidade de download para 42 Mbits. A migração para o HSPA+, diz ainda Luciani, acontecerá em todas as capitais.

Resultados

A TIM registrou no 1º trimestre de 2012, um lucro líquido cresceu 30% (ano a ano) e atingiu R$ 276 milhões no primeiro trimestre, confirmando a consolidação de um modelo de negócios inovador, criado a partir da simplificação das ofertas para os segmentos de voz e dados e capaz de combinar crescimento de base com rentabilidade.

O EBITDA (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) atingiu R$ 1,2 bilhão no trimestre, alta de 13,2% ano a ano. O EBIT (lucro antes de juros e impostos) alcançou R$ 512 milhões, 46,4% superior ao registrado no mesmo período de 2011.

O crescimento da receita foi alavancado pela internet móvel e pelo aumento da penetração dos smartphones. A receita bruta cresceu 21,5%, totalizando R$ 6,6 bilhões no período (a receita liquida atingiu R$ 4,5 bilhões no período, com crescimento de 19,1%), baseada na aceleração dos dados: aumento de 56% na comparação ano a ano, atingindo um patamar de R$ 1 bilhão. A penetração de smartphones e tablets na base de usuários em um ano passou de 12,6% para 31%.

Os investimentos em infraestrutura nos primeiros três meses do ano totalizaram R$ 543 milhões, valor 83% superior ao aplicado no mesmo período de 2011. A empresa, portanto, continua a crescer a capacidade da rede voz e expandir a rede dados. A cobertura 3G atinge agora 512 cidades em todo o País, avançando no desafio de passar, até o fim de 2013, de 6 mil para 10 mil antenas.

O grande esforço do primeiro semestre, revela a TIM, é a integração da rede móvel da TIM com a rede de fibra da TIM Fiber, adqurida com a compra da AES Atimus, no ano passado, para expandir a capacidade: até hoje 1.030 antenas foram conectadas em São Paulo e Rio para atingir 1.477 até junho. Até o fim do ano serão 1.777 antenas conectadas à fibra.


Internet Móvel 3G 4G
Streaming já representa 38% do faturamento da indústria musical

Em 2017, serviços como Spotify e Apple Music tiveram receitas superiores à venda física e por meio de downloads. América Latina respondeu por 17,7% do faturamento de R$ 60 bilhões.

Proteste recorre à Anatel para proibir cobrança do ponto extra de TV paga

Entidade de Defesa dos Consumidores quer que o órgão regulador crie uma resolução que, efetivamente, impeça a cobrança. Segundo a Proteste, a proibição já existe, mas ela é burlada e acontece sob a justificativa de 'aluguel de equipamento habilitado'.

Nextel vai pagar R$ 68 milhões pela migração para SMP

Conta diz respeito à adaptação das outorgas na faixa de 800 MHz, ainda em 2015. Valor inicialmente previsto era de R$ 411 milhões.

Anatel quer opinião de usuários em novas regras de direito do consumidor

Revisão aproveita ajustes no Regulamento Geral de Direitos do Consumidor (RGC) para ampla consulta sobre os problemas enfrentados qual deve ser a atuação do regulador. “Clareza e resolutividade ainda são dificuldades das operadoras”, afirma a superintendente Elisa Leonel.

Teles: bloqueio após o fim da franquia não afronta o Marco Civil da Internet

Em nota oficial, o SindiTelebrasil diz que a "A PROTESTE insiste em querer fazer prevalecer a sua interpretação equivocada sobre a legislação aplicável à Internet".

Oi desembolsa R$ 51 milhões para pagar cerca de 500 credores

Operadora pagou as credores que fizeram a escolha da opção de pagamento em fevereiro. "Este é mais um passo no cumprimento da recuperação judicial", afirma o presidente da companhia, Eurico Teles.

Fox obtém vitória na Justiça do Uruguai e tenta replicar no Brasil decisão contra pirataria

Segundo um relatório da NetNames, de 222 milhões de usuários da internet na América do Sul, 110 milhões acessam conteúdos piratas.


Veja a revista do 61º Painel Telebrasil 2017
Revista do 61º Painel Telebrasil 2017
A edição de 2017 do Painel Telebrasil enfatizou a necessidade de atualização do modelo de telecomunicações e a definição de uma agenda digital para o País.

Painel Telebrasil 2017 - Cobertura Especial ConvergênciaDigital


Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do Painel Telebrasil 2017

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G