INTERNET

Marco Civil: Sem neutralidade, Internet fica comprometida, diz Molon

Luís Osvaldo Grossmann ... 04/07/2012 ... Convergência Digital

O relator do projeto de Marco Civil da Internet, Alessandro Molon (PT-RJ) acredita que com a divulgação do texto nesta quarta-feira, 4/7, será possível dar conhecimento não apenas à sociedade – da qual espera comentários – mas especialmente aos colegas parlamentares de forma a garantir a votação já na próxima semana.

“Estou otimista de que conseguiremos aprovar o projeto ainda antes do recesso parlamentar, como era nosso compromisso”, afirma Molon. A expectativa é de que essa votação se dê na próxima terça ou quarta-feira (10 ou 11/7). É quase o limite antes do recesso parlamentar, previsto para 17/7.

Segundo o relator, os ajustes feitos sobre a proposta original, encaminhada pelo Executivo – e elaborada com ampla participação de internautas – buscaram reforçar os princípios de neutralidade de rede, privacidade e liberdade de expressão. “Sem neutralidade de rede o futuro da Internet fica comprometido”, afirma. Veja a entrevista exclusiva, concedida por Molon, ao Convergência Digital


Convergência Digital – Qual a maior dificuldade na preparação do relatório?
Molon - O principal trabalho foi ouvir a versão de todos os envolvidos e perceber do texto original o que não estava claro ou precisaria de algum ajuste, bem como tomar as decisões para onde deveríamos ir. Procuramos explicitar a garantia da neutralidade de rede, ampliamos a proteção à privacidade e à liberdade de expressão.

Convergência Digital – O Sr. decidiu retirar do texto o trecho que remetia a neutralidade à regulamentação. Por que?

Molon - Do jeito que estava, dava a impressão de que uma regulamentação posterior é que definiria o conceito de neutralidade de rede. Não era isso que queríamos. Até porque, sem neutralidade de rede o futuro da Internet fica comprometido.

Convergência Digital – Outra modificação exige anuência dos usuários sobre uso dos registros de navegação.

Molon - O que estamos colocando é que quando a informação do usuário for tratada como mercadoria, o usuário precisa expressamente consentir com isso. Já temos relatos do uso dessas informações sem que as pessoas sequer tenham conhecimento disso. Daí a exigência de anuência.

Convergência Digital – Quando o projeto será colocado em votação?

Molon - Divulgamos nesta quarta-feira, [4/7] para que os membros da Comissão [Especial sobre o Marco Civil] conheçam o texto, assim como a sociedade civil reaja a ele. Esperamos, junto com o presidente da Comissão, deputado João Arruda, podermos votar na próxima semana, na terça ou quarta-feira.


Banda larga fixa: ISPs adicionam o dobro de novos acessos do que as teles

Foram 122 mil novos acessos de banda larga por parte dos provedores Internet. Já as teles, somadas, adicionaram 60 mil acessos no mês de junho.

Austrália proíbe servidor público de ‘curtir’ ou comentar contra o governo nas redes sociais

País criou um guia de conduta nas redes sociais com regras rigorosas. Uma delas exige que os funcionários públicos removam comentários desagradáveis, mesmo que de terceiros, ainda que naveguem fora de horário de trabalho. 

Banco Central adia regulamentação dos marketplaces

Autoridade Monetária atendeu pleito do setor varejista da Internet e deu mais tempo para a adequação às novas regras. De acordo com a FECOMÉRCIO/SP, pelo menos, 25 mil empresas seriam afetadas com a medida.

STJ diz que Facebook não é obrigado a fazer controle prévio das postagens

Para a ministra do Tribunal, Nancy Andrighi, exigir dos provedores de conteúdo o monitoramento das informações que veiculam “traria enorme retrocesso ao mundo virtual, a ponto de inviabilizar serviços que hoje estão amplamente difundidos no cotidiano de milhares de pessoas”.

ICANN dá vitória à Amazon na briga de domínio com os governos do Brasil e do Peru

Três anos depois de perder a primeira batalha, a provedora conseguiu uma revisão do processo na ICANN e recuperou o dominio .Amazon.

Revista Abranet 21 . junho/agosto 2017
Veja a Revista Abranet nº 21 Convenção Abranet 2017 reuniu provedores de Internet na Bahia para debater não apenas o mercado, mas também a atual situação do Brasil.
Veja também: Oportunidades no Wi-Fi; A revolução do blockchain; WannaCry para a Internet e muito mais.
Clique aqui para ver outras edições

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet - Abranet

Empresas da Internet pedem mais segurança jurídica

“O Marco Civil da Internet trouxe base sólida para criar parâmetros para se ter lei mínima para a Internet seguir avançando, mas, infelizmente, vemos varias iniciativas tentando modifica-lo", afirmou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet

  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G