Home - Convergência Digital
Veja mais
Veja mais

IBM e Unisys mudam comando no Brasil

Convergência Digital - Carreira
Da redação - 30/07/2012

Mudanças importantes acontecem nas empresas de TI no Brasil. Após cinco anos, Ricardo Pelegrini deixa a presidência da IBM Brasil e passa a ser o novo vice-presidente de Indústrias e Iniciativas Estratégicas na organização de mercados emergentes da companhia, denominada Growth Markets Unit (GMU). A organização é formada por 150 países e representou 22% da renda total da IBM em 2011. A expectativa é que a GMU seja responsável por 30% da receita da empresa até 2015.

Rodrigo Kede Lima assume a presidência da IBM Brasil. Ele estava à frente da vice-presidência da área de serviços de tecnologia. Em sua nova função, Kede deverá manter o crescimento ascendente da companhia, desenvolver iniciativas estratégicas que coloquem a tecnologia a serviço da sociedade e apoiar o desenvolvimento e a retenção de talentos. Kede atuava no antigo cargo desde 2011, além de ter sido CFO da IBM América Latina e CFO da IBM Brasil.

A Unisys também passa por mudanças. Depois que Paulo Bonucci deixou a empresa para assumir a Red Hat, a empresa anuncia a nomeação de Agostinho Pereira da Rocha para o cargo de diretor geral, mas ele continuará a exercer sua função como vice-presidente da unidade de negócios de tecnologia, consultoria e soluções de integração (TCIS) para a América Latina. Ao seu lado estará Mauricio Cataneo, promovido a vice-presidente de finanças e representante legal da Unisys Brasil e suas subsidiárias.

Ambos os executivos terão dentre suas responsabilidades posicionar a visão integrada da Unisys com seus portfólios de soluções, áreas de serviços e gestão de ambientes de TI. Além das novas funções de Rocha e Cataneo, a Unisys também nomeou Helcio Beninatto como diretor geral para a América Latina.

O executivo, baseado no Brasil, vai acumular o novo cargo com a vice-presidência e direção geral de GMS (Global Managed Services) para a região, assumindo o papel de relacionamento com a mídia e com os clientes da Unisys na América Latina.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

19/07/2019
CADE abre processo administrativo para fiscalizar compra da Red Hat pela IBM

15/07/2019
CADE se irrita com postura da IBM com relação à compra da Red Hat no Brasil

18/06/2019
Unisys: nenhum dispositivo, nenhum software, nenhum usuário é confiável

28/05/2019
Projeto "W.A.S.P" foi o vencedor do Hackathon Unisys -Mauá

14/05/2019
Unisys/Mauá prorrogam inscrições para maratona de inovação em São Paulo

08/04/2019
Mesa redonda sobre cibersegurança acontece no dia 10 de abril, em Brasília

29/03/2019
Unisys promove hackathon sobre segurança das cidades digitais

21/03/2019
TST condena IBM Brasil por conduta discriminatória e antijurídica

20/03/2019
Unisys abre 90 vagas no Brasil. São 200 na América Latina

12/02/2019
IBM libera IA Watson para funcionar em qualquer nuvem

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A urgência de cultivar talentos para TIC no Brasil e no mundo

Por Breno Santos*

A transformação digital ainda é um desafio para muitas empresas no Brasil e a aplicação estratégica das novas soluções deve acontecer por meio de equipamentos e mão de obra qualificada.

Destaques
Destaques

TICs vão demandar 700 mil novos profissionais na Indústria em cinco anos

Dados são do Mapa do Trabalho Industrial, feito pelo SENAI, que indicam ainda a urgência na qualificação de 10,5 milhões de trabalhadores em ocupações industriais por conta da indústria 4.0. Um dos especialistas em alta é o condutor de processos robotizados, com um incremento de 22% no número de vagas.

Técnicos são os que mais procuram especialização em Big Data

Cursos voltados para desenvolvimento Full Stack e Segurança Cibernética também são bastante demandados. No caso do big data, dos alunos formados nesta área, 45% possuem mais de 10 anos de experiência (sênior); 36% até nove anos (pleno) e 19% até três anos (recém-formados).

Agile reescreve a carreira do desenvolvedor de software

Ao mudar a entrega dos serviços – quebrando a prática dos longos projetos –, a metodologia também exige novos profissionais.

Banco Itaú monta estratégia para reter os melhores profissionais

O uso da metodologia Agile transformou o processo de negócios, e o desafio é conquistar e fidelizar os melhores especialistas, pontua o superintendente de Governança de Arquitetura, Processos e Práticas de TI do Itaú, Cecílio Cosac Fraguas.

Falta de mão de obra qualificada espanta investidores no Brasil

Mais de 50% dos jovens brasileiros podem ficar fora do mercado de trabalho por falta de qualificação e de habilidades digitais. A advertência foi feita por especialistas que debateram sobre educação e capacitação digital no Painel Telebrasil 2019.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site