SEGURANÇA

Novas leis nivelam criminosos aos cidadãos e incentivam o cibercrime

Luiz Queiroz ... 01/11/2012 ... Convergência Digital

O projeto aprovado no plenário do Senado não atende as expectativas; é confuso e não pune os cibercriminosos como deveria, como já expôs, em apresentação gravada com exclusividade pela CDTV, do Convergência Digital, do secretário-geral da Comissão de Direito e Tecnologia da Informação da OAB/Rio de Janeiro, Walter Capanema.

A apresentação, feita durante o 7º SegInfo, realizado de 30 a 01 de setembro, no Rio de Janeiro, é bastante clara. O advogado foi duro ao falar do demorado processo legislativo, o qual, na visão do especialista, deixa o país vulnerável às quadrilhas organizadas. Capanema enfatiza que a lentidão de aprovar uma lesgislação para crimes na Internet fez com que o famoso "jeitinho" brasileiro possibilitasse aos juízes julgar alguns delitos adaptando-os com base no Código Penal de 1940, quando a Internet sequer existia.

E o especialista também não poupou a 'lei Carolina Dickmann', agora, aprovada no plenário do Senado. Segundo ele, há conflitos entre o novo Código Penal e o projeto de Lei. Segundo ele, o Código Penal não previu a questão da "proporcionalidade", responsável por definir uma maior punição, conforme a gravidade do crime. A proposta, de acordo com Capanema, é branda e quase se torna um incentivo para se cometer um crime eletrônico.

Dos quatro artigos sugeridos para regular e punir crimes na web, apenas dois efetivamente punem os infratores, sustenta o secretário-geral da Comissão de Direito e Tecnologia da OAB/RJ. Ainda sim, as penas são brandas e podem levar o infrator a pensar que compensa. Reveja a apresentação de Walter Capanema.


NEC - Conteúdo Patrocinado - Convergência Digital
Multibiometria: saiba como ela pode cuidar da sua segurança digital

Plataforma Super Resolution, que integra espaços físicos e digitais, será apresentada pela primeira vez no Brasil no Futurecom 2018. Um dos usuários da solução é o OCBC Bank, de Cingapura. A plataforma permite o reconhecimento instantâneo das pessoas à medida que se aproximem da agência.

Crimes na Web: Formjacking vira pesadelo para empresas e muito lucrativo para hackers

Levantamento da Symantec aponta ainda  que oito em cada dez infecções por ransomware acontecem em corporações.

Câmara derruba lei do governo Bolsonaro que aumentou sigilo de dados públicos

O Plenário da Câmara aprovou o Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 3/19, que suspende os efeitos do Decreto 9.690/19. A matéria irá ao Senado.

Mais de 30% das empresas brasileiras admitem não proteger dados de clientes e funcionários

Levantamento DT Index II, da Dell e da Intel, mostra quase metade dos entrevistados temem pelo futuro de suas companhias nos próximos cinco anos.

Crimes cibernéticos: crimes de ódio aumentaram quase 30%, mas pornografia ainda lidera no Brasil

Eleições exarcebaram os crimes de ódio em todo o país, afirma o Grupo de Apoio sobre Criminalidade Cibernética, do Ministério Público Federal.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G