TELECOM

M2M abre as portas do mercado brasileiro às MVNOs

Da redação ... 15/01/2013 ... Convergência Digital
Ainda em seus primórdios no Brasil, a telefonia móvel virtual, ou MVNO – do inglês mobile virtual network operador – tem espaço para deslanchar, segundo um estudo da ABI Research – especialmente se houver foco em aplicativos e especialmente em serviços máquina a máquina.

Não por menos, o caso brasileiro aparece no estudo. “A companhia de seguros brasileira Porto Seguro é um exemplo de uma MVNO que pode ter muito sucesso. É uma MVNO M2M para os clientes dos seguros de automóveis e está incluindo serviços móveis personalizados para empregados e clientes”, cita o diretor da ABI, Dan Shey.

“Serviços como gerenciamento de gastos ou de dispositivos móveis podem contribuir com 25% das receitas por empregado – chegando a 34% quando incluídos conexões e gerenciamento de serviços M2M [máquina a máquina]”, sustenta o estudo.

No caso da Porto Seguro, a operação de MVNO começou no ano passado e conta com cerca de 9 mil acessos – sendo algumas centenas de celulares e a ampla maioria de conexões M2M. A rede utilizada é da TIM e a gestão da Datora, que atua tanto como agregadora de MVNOs como diretamente na oferta de serviços máquina a máquina.

O foco inicial da Datora também é rastreamento de automóveis, mas o plano é atuar em medição industrial, segurança patrimonial, telemetria, etc. “Já temos 200 chips Datora Mobile nas ruas de São Paulo e devemos chegar a 1 milhão de conexões M2M até o final de 2014”, diz, em comunicado da empresa, o presidente da Datora Mobile, Wilson Otero.

AGU confirma multa de R$ 414 mil aplicada à SKY por cobrança indevida

A penalidade foi imposta pela Anatel após a empresa trocar o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) gratuito por um tarifado, em desobediência à regulamentação do setor..

Anatel impede efeitos no Brasil da compra da Time Warner pela AT&T

Embora tenha mantido a decisão de esperar pela análise do CADE, agência baixou uma medida cautelar para evitar impactos no mercado de TV paga no país, por conta das vedações existentes na Lei do Seac (12.485/11).

Kassab não desistiu de aprovar a nova Lei de Telecom ainda em 2017

Ministro disse que vai se reunir com o presidente do Senado, Eunício Oliveira, “nos próximos dias ou semanas” para pedir que o PLC 79/16 seja colocado em votação. 

Oi vai vender mais pela Internet e quer investir R$ 7 bi/ano

Marco Schroeder diz que a expectativa é aumentar o aporte, com a capitalização, em R$ 2 bi nos próximos três anos. FTTH, 4G e serviços digitais são a prioridade. "Operação da Oi está preservada e houve ganho de eficiência operacional", sustentou.

Record, SBT e RedeTV! fecham com Vivo para transmissão na TV paga

Transmissões foram suspensas desde 29/3, quando houve o desligamento dos sinais analógicos em São Paulo. Empresas não informaram os valores do acordo. Ainda não há acordo com Net e Sky, que somadas representam 81% dos assinantes da TV paga.

Justiça impede Anatel de remover retransmissor de TV instalado por município

Para a Justiça Federal de Brasília, apesar da previsão legal, não é razoável privar a população do acesso a televisão diante da notória omissão do poder público. 


Veja a revista do 60º Painel Telebrasil 2016
Revista do 60º Painel Telebrasil 2016
O Brasil enfrenta uma de suas mais graves crises, e as telecomunicações em banda larga são essenciais para a retomada do desenvolvimento sustentável, com inclusão social, na moderna sociedade da informação e do conhecimento. Este foi o mote dos debates durante o 60º Painel Telebrasil, realizado nos dias 22 e 23 de novembro, em Brasília.

  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G