GESTÃO

ITI adota videoconferência para agilizar treinamentos

Da redação ... 18/04/2013 ... Convergência Digital

O Instituto Nacional de Tecnologia da Informação – ITI inaugurou as novas salas de videoconferência. O novo sistema já foi testado em duas oportunidades. Na primeira, durante reunião entre o assessor técnico, Ruy Ramos, o coordenador-geral de Normalização e Pesquisa, Wilson Hirata, e o coordenador de Operações, Luís Carlos Porto,  todos do ITI, além do professor supervisor do Laboratório de Segurança da Computação (Labsec) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Ricardo Felipe Custódio e alguns estudantes.

Os colaboradores do ITI já tiveram a oportunidade de testar o modelo de videoconferência na própria sede do Instituto. Os participantes receberam treinamento para operar os equipamentos utilizados para a transmissão das reuniões. O sistema representa um avanço para o ITI, visto que, a partir da possibilidade de se realizar videoconferências, eventos como as reuniões do Comitê Gestor da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – CG ICP-Brasil poderão, posteriormente, ser acompanhados através do referido recurso.

“Com a inauguração desses ambientes, damos sequência ao intuito de tornar transparente toda e qualquer manifestação desta autarquia. Com as salas de videoconferência, nossos diretores, coordenadores e demais colaboradores têm à disposição um recurso tecnológico de ponta que facilitará a comunicação, a interação e a mobilidade durante nossas reuniões”, comentou o presidente do ITI, Renato Martini.


SEFAZ-SP elege outsourcing para atualizar infraestrutura de TI

Empresa de TI nacional, Cast Group, é responsável pela alocação de profissionais especializados para atender o ambiente de TI, responsável, entre outros, pela nota fiscal paulista.

EFD-Reinf é obrigatória para empresas com faturamento superior a R$ 78 milhões

Receita Federal ressalta que todos os contribuintes obrigados ao eSocial a partir de janeiro/2018 também estão obrigados à EFD-Reinf.

Anatel reduz orçamento para 2019

Segundo o presidente da agência, Juarez Quadros, valor proposto para custeio ficou abaixo dos R$ 200 milhões. Em 2018, sem contar despesas de pessoal, orçamento foi de R$ 205 milhões.

SAP e Oracle não decolam nas médias empresas. TOTVS não avança nas grandes

Inteligência analítica - resultado das aplicações de BI e de BA - é responsável por boa parte do lucro dos principais fabricantes de software no Brasil. Em ERP, Totvs, SAP e Oracle dominam o mercado com 81%. Em IA, IBM e Microsoft aparecem no top 5, mas bem atrás das rivais.

Linux segue 'engolido' pelo Windows. Cobol sustenta mercado entre programadores

Open source estagnou em 16% nos sistemas operacionais de servidores e o Windows cresceu para 75%. Nas linguagens de programação, o VB.Net é líder e aparece bem à frente da Java. Em banco de dados, a Microsoft 'surra' a Oracle nos usuários finais, mas rival vira o jogo nas empresas.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G