GESTÃO

Software livre gerou economia de R$ 1,2 milhão para Guarulhos

Da redação ... 03/05/2013 ... Convergência Digital

Incluir digitalmente pessoas com deficiência visual, tetraplégicos e crianças com Transtorno de Desenvolvimento Global. Este é o objetivo do Guarux, solução de Tecnologia da informação (TI) disponibilizada no Portal do Software Público Brasileiro (SPB). Criado pela Prefeitura de Guarulhos a partir do Linux Ubuntu, a utilização do sistema operacional gerou uma economia de R$ 1,2 milhão aos cofres públicos do município.

O Guarux foi criado no fim de 2009 com customizações e ferramentas específicas para a inclusão digital. Voltado para adultos, crianças e pessoas com deficiência, o software pode ser utilizado em escolas, órgãos públicos e pela sociedade em geral. Seu ambiente gráfico foi gerado para facilitar sua utilização e adaptação a outros sistemas operacionais, tanto livres quanto proprietários, como o Windows, por exemplo.

Em Guarulhos, o sistema é utilizado por cerca de 22 mil usuários da prefeitura. Além disso, o Guarux atinge uma grande parcela da população através dos centros de inclusão digital, que na cidade são chamados de Telecidadanias. Estes locais têm mais de seis mil acessos mensais e mais de sete mil usuários cadastrados. Os Telecidadanias fornecem ainda cursos profissionalizantes e cursos básicos de informática.

Com a disponibilização do Guarux no SPB, o diretor do Departamento de Informática e Telecomunicações da administração da cidade paulista, Leandro Gramulha, espera que outros municípios possam se beneficiar das ações que foram desenvolvidas e economia gerada. “Queremos ajudar outras prefeituras e colaborar com outros projetos de inclusão digital. Também queremos receber ajuda e debater a evolução da ferramenta”, disse. As prefeituras de Matão e Osasco, do estado de São Paulo, já utilizam a solução em seus projetos de inclusão digital.

SPB

Criado em abril de 2007, o portal gerenciado pelo Ministério do Planejamento (MP) compartilha programas de computador de interesse público. Os softwares são entendidos como um bem público, sem a necessidade de licenças que restrinjam seu uso ou o conhecimento pleno de seu funcionamento. Hoje, o SPB conta com mais de 170.000 usuários cadastrados, em torno de 500 prestadores de serviços e 68 soluções ofertadas por empresas, órgãos de governo, universidades e pessoas físicas.

Fonte: Assessoria SLTI


Governo fixa quadro da Telebras em 490 empregados, mas prevê cortar 60

Postos relativos aos funcionários cedidos, a maioria para a Anatel, serão extintos. Atualmente estatal conta com 392 empregados.

Receita libera manual para desenvolvedores testarem ambiente do eSocial

Até o dia 31 de julho, somente as empresas de TI terão acesso no ambiente de produção restrita. A partir de 1º de agosto, todas as demais empresas poderão acessar também. O portal Convergência Digital disponibiliza o manual dos desenvolvedores.

Internet das Coisas: empresas driblam entraves e 'donos dos projetos'

Mais do que investir em IoT como uma 'onda', as companhias precisam definir o que querem dos objestos conectados e dos dados coletados.

Para Claro, 700 MHz impulsionará adoção de IoT

Em entrevista à CDTV, Eduardo Polidoro, diretor de IoT na Claro Brasil, explicou que a telco está focando nos segmentos de carro conectado, cidades inteligentes e utilities para desenvolver soluções fim a fim 

Projetos vencedores de IoT envolvem TI e negócios

“Os projetos de internet das coisas que vão para frente são aqueles onde há colaboração entre as áreas”, diz Lucas Pinz, da Logicalis,



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G