SEGURANÇA

Integradora de TI +2X é nomeada Canal Premier da RSA no Brasil

Da redação ... 02/10/2013 ... Convergência Digital

A +2X, integradora de soluções de TI, conquistou a condição de primeiro Canal Premier no Brasil da RSA.  Trata-se da mais alta categoria de parceria concedida pela empresa a seus parceiros e canais. Alcançar esta categoria era um objetivo chave na estratégia comercial da +2X, pois agrega a seu portfólio de ofertas a solução de Gerenciamento de Governança, Risco e Conformidade (GRC). Esse nicho de mercado deverá representar até 10% do faturamento para o ano fiscal de 2013/14 da integradora.

A RSA tem como carro-chefe em sua linha de ofertas o módulo RSA Archer para eGRC (Enterprise Governance, Risk Management and Compliance). A solução permite desenvolver um sistema colaborativo para gerenciar riscos corporativos, demonstrar conformidade, automatizar processos de negócios e obter visibilidade sobre riscos e controles de todo o ambiente da empresa. “O RSA Archer para eGRC permite gerenciar o ciclo de vida das políticas corporativas, avaliar e responder a riscos e gerar relatórios sobre conformidade com controles internos e requisitos normativos em toda a empresa”, explica Fernando Lázaro, executivo responsável por Alianças da +2X.

Segundo o Presidente da +2X, Pedro Rondon, a empresa ampliou o leque de ofertas em segurança, com o objetivo de garantir aos clientes a confiança necessária aos seus negócios. “Identificamos uma forte demanda para essa solução no mercado brasileiro, até pela baixa quantidade de players especialistas nesse modelo de oferta e, com isso, buscamos ganhar mercado junto a grandes e médias empresas. Por ser uma integradora, a +2X está certificada a comercializar a solução e ainda implantar e entregar serviços. É uma oferta importantíssima, que propicia ao gestor de diversas áreas, não só de TI, o total controle e análise de riscos e conformidade.” completa o executivo.

Fonte: Assessoria +2X


NEC - Conteúdo Patrocinado - Convergência Digital
CredDefense economiza R$ 1 bilhão com reconhecimento facial

Plataforma brasileira de detecção de fraude, que reúne informações de mais de 130 empresas, implementou as soluções de reconhecimento facial da NEC para mapear as características faciais do consumidor, com a análise de foto de documento quando ele faz um cartão de loja. Redução nas fraudes superou a casa dos 90%.

MPDF abre investigação sobre vazamento de 2 milhões de dados de clientes da C&A

Segundo o Ministério Público do Distrito Federal, a própria empresa admitiu ter sido alvo de um ciberataque no Brasil. Entre as informações vazadas estariam o número do CPF, e-mail, valor adquirido e outros.

Gastos globais com segurança vão crescer 12,4% em 2018

Questões relacionadas à privacidade puxam investimentos, que vão passar de R$ 450 bilhões.

Os robôs já chegaram ao centro de operações de Segurança

Mas eles nunca vão substituir os homens na resposta aos incidentes, mesmo com o uso de certas técnicas de inteligência artificial. "Há um exagero muito grande com o uso dessa tecnologia", adverte o vice-presidente de pesquisas do Gartner, Augusto Barros.

Governo lidera e 40% dos sites brasileiros não são seguros

Levantamento feito pela BigData Corp, a pedido da Serasa, indica que pelo menos 7,2 milhões de endereços não possuem certificado de criptografia SSL. Percentual é alto mesmo em sites que fazem transações financeiras.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G