TELECOM

Zeinal Bava: "consolidação de mercado é bom e estamos com um olhar vigilante"

Ana Paula Lobo* ... 29/11/2013 ... Convergência Digital

Em entrevista à consultoria Morgan Stanley, concedida na semana passada, em Portugal, e divulgada nesta sexta-feira, 29/11, inclusive por meio de informe à CVM, o presidente da Oi, Zenal Bava, em nenhum momento fala diretamente da TIM, mas deixa claro que não é contrário à consolidação de empresas.

"Ela nos permite aperfeiçoar o modelo de negócio, e eu acho que, em última análise, permite a existência, de empresas que acabam sobrevivendo nesse processo, que passam a deter mais capacidade de investir no desenvolvimento de suas inovações e redes e assim por diante. Assim, puramente do ponto de vista da indústria, a consolidação do mercado é sempre uma boa notícia para a indústria", frisou.

Embora prometa 'um olhar vigilante' sobre o mercado de telefonia móvel brasileiro, Bava diz que a prioridade máxima é executar a fusão com a Portugal Telecom. "É um processo que será executado até o segundo trimestre do próximo ano... Temos uma estrutura complexa. Essa estrutura irá se simplificar, e em se tornando simples, eu acredito que será mais fácil para nós examinarmos qualquer outra opção no futuro. No que diz respeito à consolidação da telefonia móvel no Brasil, independentemente do que pode ou não acontecer - e é claro que manteremos um olhar vigilante em termos do que está acontecendo - nós acreditamos que podemos aumentar nossa participação no mercado móvel de forma independente".

O executivo da Oi sustentou que, neste momento, a empresa está interessada em  "tirar partido do fato de que a Oi está presente em 4.800 municípios do Brasil e que o 2G cobre 90% da população, para realmente alavancar o nosso negócio pré-pago. Assim, apesar de todos os rumores que estão por aí sobre a consolidação, eu só gostaria de ser claro sobre um ponto: continuamos a acreditar que, organicamente, ainda podemos crescer, não obstante o fato de que a consolidação no mercado certamente seria muito útil à indústria".

Ainda sobre a fusão PT e Oi, Bava reforça a expectativa de alcançar sinergias de cerca de 5,5 bilhões de reais, dos quais 3,3 bilhões são operacionais, 2,2 bilhões são financeiras. Mas adianta que essa previsão é conservadora. "Os 3,3 bilhões operacionais, são muito conservadores em nossa opinião, porque eles são o equivalente a cerca de 1% do nosso Capex e nosso Opex. Nós achamos que podemos fazer isso, ou talvez mais, mas, nesta fase, preferimos ser conservadores a fim de sermos capazes de superar essas estimativas ao invés de decepcionar o mercado", completou.

Fonte: CVM


AGU confirma multa de R$ 414 mil aplicada à SKY por cobrança indevida

A penalidade foi imposta pela Anatel após a empresa trocar o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) gratuito por um tarifado, em desobediência à regulamentação do setor..

Anatel impede efeitos no Brasil da compra da Time Warner pela AT&T

Embora tenha mantido a decisão de esperar pela análise do CADE, agência baixou uma medida cautelar para evitar impactos no mercado de TV paga no país, por conta das vedações existentes na Lei do Seac (12.485/11).

Kassab não desistiu de aprovar a nova Lei de Telecom ainda em 2017

Ministro disse que vai se reunir com o presidente do Senado, Eunício Oliveira, “nos próximos dias ou semanas” para pedir que o PLC 79/16 seja colocado em votação. 

Oi vai vender mais pela Internet e quer investir R$ 7 bi/ano

Marco Schroeder diz que a expectativa é aumentar o aporte, com a capitalização, em R$ 2 bi nos próximos três anos. FTTH, 4G e serviços digitais são a prioridade. "Operação da Oi está preservada e houve ganho de eficiência operacional", sustentou.

Record, SBT e RedeTV! fecham com Vivo para transmissão na TV paga

Transmissões foram suspensas desde 29/3, quando houve o desligamento dos sinais analógicos em São Paulo. Empresas não informaram os valores do acordo. Ainda não há acordo com Net e Sky, que somadas representam 81% dos assinantes da TV paga.

Justiça impede Anatel de remover retransmissor de TV instalado por município

Para a Justiça Federal de Brasília, apesar da previsão legal, não é razoável privar a população do acesso a televisão diante da notória omissão do poder público. 


Veja a revista do 60º Painel Telebrasil 2016
Revista do 60º Painel Telebrasil 2016
O Brasil enfrenta uma de suas mais graves crises, e as telecomunicações em banda larga são essenciais para a retomada do desenvolvimento sustentável, com inclusão social, na moderna sociedade da informação e do conhecimento. Este foi o mote dos debates durante o 60º Painel Telebrasil, realizado nos dias 22 e 23 de novembro, em Brasília.

  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G