SEGURANÇA

Hackers atacam sites oficiais do Rio de Janeiro

Da redação ... 23/01/2014 ... Convergência Digital

Os perfis oficiais das Unidades de Polícia Pacificadora (UPP) e da Secretaria de Segurança do Rio de Janeiro no Twitter foram invadidos por hackers nesta quinta-feira, 23/01. Nos ataques, o grupo, que afirma ser parte do Anonymous, tuitou mensagens que relacionaram as UPPs com o Destacamento de Operações de Informações-Centro de Defesa Interna (Doi-Codi) na época da ditadura militar, além de anunciarem um ato contra a realização da Copa do Mundo no Brasil.

"Moradores queimados, choques elétricos, asfixia, mulheres obrigadas a ficar nuas... UPP ou DOI - CODI? #ForaCabral e cia..", escreveu o grupo no Twitter da UPP. "E só pra lembrar... #naovaitercopa!", publicou em outra mensagem. No perfil da Secretaria de Segurança, os hackers postaram uma imagem anunciando o "1º ato nacional em repúdio à Copa do Mundo", marcado para o dia 25 de janeiro no hotel Copacabana Palace. A assessoria de imprensa das UPPs confirmou a invasão.

Na semana passada, ataques já tinham acontecido em função dos problemas de segurança no Maranhão. Segundo o portal R7, o Anonymous desconfigurou 15 sites de prefeituras de cidades do Estado de São Paulo como parte da operação contra a Copa de 2014, a #OpBoicoteaCopa, onde os hackers usam a técnica de defacement (uma espécie de pichação virtual em páginas) para publicar mensagens contra o evento organizado pela Fifa.

Os hackers, aponta a reportagem, teriam  invadido oito páginas de prefeituras de cidades do Estado do Maranhão e Rio Grande do Sul. No entanto, os atos eram a favor do impeachment da governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), cujo pedido foi feito por advogados na Assembleia Legislativa do Estado, por conta da questão de segurança-no Estado.

*Com agências de noticias


Soluções de Segurança para a Sociedade
Não delegue a segurança cibernética apenas para a TI

Para mitigar os riscos com ataques hackers, toda a corporação precisa se unir, adverte Jun Goto, vice-presidente Sênior da NEC Corporation.

Novo golpe do boleto já distribuiu quase 300 mil e-mails no Brasil

Malspam (spam malicioso) foi criado especialmente para vítimas brasileiras, revela a Unit 42. Os boletos falsos são para roubar dados, senhas e nomes de usuários.

Ataques DDoS aumentam 138% e ficam, em média, em 300 Gbps no Brasil

A amplificação dos ataques de negaçaõ de serviço acendeu o sinal vermelho nas autoridades de segurança de rede do País. Os ataques mais comuns são os botnets de Internet das Coisas.

PROTESTE reprova antivírus usados nos celulares brasileiros

Associação de Consumidores testou 22 versões pagas e gratuitas de marcas como Eset, Bitdefender, GData, Kaspersky, Norton, Avira, Avast, McAffe e 360 Security. Nenhum atendeu a todos os requisitos técnicos testados.

Tokelau, com 1,5 mil habitantes, é o domínio mais usado para golpes

Código de país da ilha polinésia, ‘.tk’, é largamente utilizado para golpes na rede, segundo pesquisa global sobre phishing.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G