INTERNET

Redes corporativas precisam de 'upgrade' para suportar tablets e smartphones

Ana Paula Lobo* ... 04/02/2014 ... Convergência Digital

Uma pesquisa feita pela IDC, a pedido da Ciena, provedora de serviços de rede, revela que 80% dos profissionais e líderes de TI entrevistados esperam que a necessidade de conectividade de suas organizações praticamente dobre nos próximos 24 meses. Os entrevistados também afirmaram que quase metade (45%) do tráfego de suas redes é originado por tablets e smartphones, e que esperam que o uso desses dispositivos aumente em 55% e 34%, respectivamente, durante esse mesmo período.

Ficou constatado ainda que 68% dos líderes tecnológicos da América Latina entrevistados afirmaram que a crescente necessidade de lidar com serviços e aplicativos adicionais – tais como vídeo, comunicações unificadas e compartilhamento de arquivos – é a grande responsável pela mudança ocorrida em suas necessidades de conectividade.

O estudo aponta ainda que aproximadamente 50% dos participantes usam vídeo, que contabiliza mais de 50% do consumo total de banda. Soluções de Multimedia, colaboração e Big Data são os maiores consumidores de banda, de acordo com os pesquisados. Nos próximos 24 meses, o IDC espera que aplicações de redes sociais e as relacionadas a negócios passem a direcionar a próxima onda de crescimento de tráfego.

Saiba mais dados constados na pesquisa:

·Quando solicitado que indicassem as características de conectividade mais importantes para suas empresas durante os próximos três anos, 73% dos entrevistados apontaram a segurança de rede como a maior preocupação. O aumento de largura de banda para comportar maior quantidade de processos empresariais foi a segunda maior preocupação (62%), seguida pela disponibilidade/tempo de operação da rede (60%).

·Os líderes tecnológicos da América Latina acreditam que as soluções móveis oferecem uma oportunidade de ampliar os canais de clientes e fortalecer as interfaces de comunicação por meio de esforços de marketing e de marca. Isto se reflete no fato de que, nos últimos 12 meses, 50% dos líderes entrevistados instituíram websites que suportam dispositivos móveis e 40% habilitaram canais de atendimento para seus clientes que usam dispositivos móveis.

·87% dos entrevistados declararam que suas organizações possuem entre um e dois data centers, e 77% possuem data centers em suas próprias dependências. Os entrevistados preveem que os requisitos de capacidade relacionados à conectividade de data centers aumentarão em 80% nos próximos cinco anos.

·A pesquisa também revelou que o uso primário da rede varia por país. Na Argentina, 60% indicaram que o principal uso é uma plafatorma colaborativa. No México, 49% indicaram que o principal uso é obter acesso a orgnização a partir de locais remotos. No Brasil, 48% usam a rede como um meio de vender e entregar serviços aos seus clientes finais.

A pesquisa, realizada em outubro de 2013, ouviu mais de 100 líderes tecnológicos no Brasil, México e Argentina. O foco do estudo abrangeu entrevistados provenientes de quatro mercados verticais – Finanças, Assistência de Saúde, Telecomunicações e Outros – e de companhias de grande porte, com mais de 500 funcionários.

Fonte: Ciena e IDC


2018: o ano para o Facebook apagar da sua história

Rede social admitiu que houve roubo de dados de 29 milhões de usuários na brecha de segurança descoberta no mês passado. De 15 milhões de usuários violados, foram roubados dois conjuntos de informações: nome e detalhes de contato, incluindo número de telefone, e-mail ou ambos, dependendo do que os indivíduos tinham em seus perfis.

Brasil é o segundo país do mundo a ter portal do Cidadão do Facebook

Ferramenta, criada por conta das eleições nos EUA em 2016, permite a conexão entre eleitores e autoridades eleitas.

Teles seguem governo dos EUA e processam Califórnia contra neutralidade

Quatro associações de empresas do setor de telecom dos Estados Unidos ingressaram na Justiça para tentar bloquear a legislação estadual que retomou regras para a oferta de internet.

Brasil chega aos 4 milhões de endereços ‘.br’

Marca atingida neste 1º/10 inclui as mais de 120 categorias de domínios, sendo que o ‘com.br’ é o mais popular, com 3,6 milhões, ou 91% dos registros. Desse total, 1 milhão já são de registros no padrão mais seguro conhecido como DNSSEC.

Abranet: conceito de ‘pequeno’ da Anatel desconsidera realidade da Internet

Associação Brasileira de Internet adverte à agência que 68% do segmento tem no máximo 500 clientes. Só 158 empresas chegam a 5 mil acessos. "É um risco classificar todos da mesma maneira", sinaliza o representante da entidade, Edmundo Matarazzo.

Revista Abranet 25 . ago-set-out 2018
Veja a Revista Abranet nº 25 Ordenar o uso e organizar o compartilhamento das infraestruturas aérea e terrestre são medidas imperativas para as empresas de energia, telecomunicações e de internet. E muito mais...
Clique aqui para ver outras edições

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet - Abranet

Empresas da Internet pedem mais segurança jurídica

“O Marco Civil da Internet trouxe base sólida para criar parâmetros para se ter lei mínima para a Internet seguir avançando, mas, infelizmente, vemos varias iniciativas tentando modifica-lo", afirmou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G