GESTÃO

Uruguai promulga Lei de Software Livre

Da redação ... 06/03/2014 ... Convergência Digital

A Lei de Software Livre do Uruguai, promulgada recentemente, tem como destaque a obrigatoriedade do Estado distribuir informações em pelo menos um formato aberto, padrão e livre. Softwares desenvolvidos e contratados pelo governo devem ser, preferencialmente, licenciados como livres ao serem compartilhados.A lei também considera de interesse geral que o sistema educacional proceda de forma a promover a utilização de software livre.

A entrada em vigor da legislação reforça o uso do Expresso V3, desenvolvido pelo Serpro, na Antel (empresa estatal de telecomunicações do Uruguai). Segundo a agência uruguaia, o caráter livre da solução foi um dos motivos pelos quais o V3 foi escolhido.

De acordo com o secretário executivo Deivi Lopes Kuhn, do Comitê Técnico de Implementação de Software Livre do Governo Federal (Cisl), a aprovação da lei é um grande passo para a adoção e o planejamento de software livre e serve de exemplo para a América latina. "E o desafio está em conseguir prioridade na administração pública para implantar a mudança", acrescenta Kuhn.

Outro ponto destacado por ele é que o fortalecimento do uso do software livre pelo país vizinho possa impulsionar a cooperação e o trabalho conjunto entre Uruguai e Brasil. “Quando trabalhamos com software livre, o conhecimento é compartilhado. Podemos cada vez mais trabalhar juntos para produzirmos tecnologia de maneira compartilhada e conjunta”, explica Kuhn


eSocial: corram com a qualificação cadastral

Fase de testes para empresas pilotos vai até 30 de junho e os desenvolvedores de soluções precisam estar atentos para as funcionalidades do programa.

Bloco K. ICMS. Nfes e e-Social. Sua empresa está preparada?

Mudanças relevantes na gestão tributária exigem uma adequação fiscal ainda mais rigorosa das corporações em 2017.

STF já julgou 3,5 mil processos ‘virtuais’

Sistema implantado em agosto do ano passado permite a análise e votação nas duas Turmas do Supremo sem a necessidade de reuniões presenciais.

No Brasil, o desktop ainda vence o smartphone no ambiente de trabalho

Na 'disputa' dos equipamentos, os notebooks foram ultrapassados pelos smartphones.

Mainframe morreu? Esquece! Ele ressurge na transformação digital

Pesquisa mostra que boa parte das grandes corporações planeja aumentar o investimento na plataforma. De acordo com o estudo, os departamentos de TI estão indo em direção aos ambientes descentralizados, virtualizados e altamente automatizados.



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G