INCLUSÃO DIGITAL

Cidadão Online: App para o cidadão interagir com as prefeituras

Da redação ... 16/06/2014 ... Convergência Digital

Ruas com buracos, semáforo quebrado, vazamentos, entulho, focos de Dengue, esses são alguns exemplos dos problemas diários, que estão presentes na maioria das cidades brasileiras. Para ajudar os cidadãos e as prefeituras a resolver essas questões, a 4R Sistemas em conjunto com GeneXus e a consultoria técnica da Heurys, desenvolveu o aplicativo “Cidadão Online”. Através dele o munícipe pode informar os problemas da cidade à prefeitura.

O Cidadão Online funciona da seguinte maneira: O munícipe instala/baixa o app no celular, uma vez instalado o cidadão pode relatar os problemas da sua cidade à prefeitura que, por sua vez, toma as devidas providências. O serviço pode ser utilizado 24 horas. Quando o munícipe faz a ocorrência, a reclamação é enviada para o setor responsável e um protocolo é gerado. O Cidadão Online é gratuito e pode ser baixado no smartphone ou tablet pelo endereço: http://cidadaoonline.sistemas4r.com.br/cidadaonline.html. Também está disponível para download na Apple Store e no Google Play.

Todas as informações enviadas pelo munícipe são monitoradas através do Google Maps e são organizadas por tipo de serviço, sendo a execução de cada solicitação estabelecida com prazos pré-determinados. O cidadão pode ainda acompanhar suas solicitações através da página da plataforma, pelo e-mail e pelo aplicativo. O Cidadão Online foi desenvolvido em 30 dias com a tecnologia GeneXus – ferramenta de desenvolvimento de sistemas que permite criar aplicativos para as linguagens e plataformas mais populares do mercado, sem necessidade de programar.

O app é uma ferramenta inovadora, que possui localização geográfica, GPS e câmera. “Para atender aos diversos dispositivos e ter o conhecimento centralizado em uma única tecnologia, decidimos utilizar o GeneXus para o desenvolvimento da aplicação. O ganho de produtividade foi bem significativo, pois o aplicativo ficou pronto em 30 dias, com outra plataforma poderia ter demorado mais”, explica o sócio diretor da 4R Sistemas, Rogério Camargo.

Seis cidades do interior de São Paulo já aderiram o Cidadão Online: Adamantina, Andradina, Borborema, Bom Jesus dos Perdões, Capão Bonito e Porto Feliz. Para que o aplicativo possa ser utilizado em outros municípios, é necessário que as prefeituras se cadastrem no serviço. A solicitação pode ser feita em: http://cidadaoonline.sistemas4r.com.br/cidadaonline.html

 


Carreira
"Eu progr{amo}" para mulheres está com inscrições abertas no Brasil

A carga horária será de 40 horas para formação de mulheres interessadas em trabalhar com programação. São 25 vagas disponíveis e as aulas serão em São Paulo. Iniciativa reúne a CA Technologies e PrograMaria.

TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Plano nacional de Conectividade, o ex-PNBL, não acontece sem dinheiro privado

Secretário do MCTIC, André Borges, sinaliza que o projeto será detalhado ao mercado até o final de junho, mas adverte: "O PL 79 precisa ser aprovado. Ele é o estímulo de investimento."

Em São Paulo, 95% dos domicílios já tem sinal digital

Dados são de pesquisa realizada pelo IBOPE na capital paulista e nos 38 municípios vizinhos. No total, a região conta com 7,2 milhões de domicílios. O índice mínimo para o desligamento era de 90%.

Anatel disponibiliza lista de municípios com backhaul

Ideia da agência reguladora é manter uma base de dados atualizadas dos provedores de acesso banda larga. Hoje, segundo os dados, 3225 municípios têm backhaul.

Queda de balão de projeto de banda larga Google assusta moradores no Piauí

Moradores relatam forte explosão na zona rural de São João da Serra, no norte do estado. Empresa, por sua vez, diz que não houve queda nem explosão, mas uma descida programada. Polícia da cidade, no entanto, diz que os moradores ficaram apavorados e tiveram a sensação de um 'avião caindo'.

Banda larga via satélite terá faixas exclusivas de espectro

Decisão da Anatel reserva de 18,1 a 18,6 GHz e 27,9 a 28,4 GHz para destinação apenas a serviços fixos por satélite. Mas o peso do Fistel, que chega a R$ 201 para cada antena receptora (Vsat) ainda é uma barreira a essa modalidade.

Telebras fará leilão da capacidade de banda larga via satélite

Dos 56 Gbps em banda Ka do satélite geoestacionário, a ser lançado em março, 45 Gbps serão vendidos à iniciativa privada para oferta de acesso a internet em áreas remotas. Estatal terá 11 Gbps para atender governo e pequenos provedores.



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G