TELECOM

Desoneração de redes para banda larga será de R$ 5 bilhões

Luís Osvaldo Grossmann ... 01/09/2014 ... Convergência Digital

O governo federal vai isentar de PIS, Cofins e IPI 1,4 mil projetos de implantação de redes de telecomunicações que devem estar construídas até o fim do próximo ano. Ao todo, os pedidos envolvem investimentos de R$ 15,9 bilhões – e a renúncia fiscal de aproximadamente R$ 6 bilhões, segundo estima o Ministério as Comunicações

Os benefícios estão previstos no Regime Especial de Tributação do Plano Nacional de Banda Larga, ou simplesmente REPNBL, criado em lei ainda em 2012 e regulamentado no início do ano passado, quando os projetos começaram a ser submetidos. Entre os 205 já aprovados, os investimentos prometidos chegam a R$ 3,2 bilhões.

O objetivo do empurrão fiscal era antecipar entre R$ 16 bilhões e R$ 18 bilhões em investimentos. Para isso foram listados 13 tipos de aportes elegíveis, como datacenters, redes de acesso, de transporte, smartgrid, cabos submarinos e satélites. Os projetos ficaram quase na meta, assim como as desonerações – inicialmente calculadas entre R$ 3,8 bilhões e R$ 6 bilhões, devem somar R$ 5 bi.

“As desonerações devem ficar próximas a 30% do total”, calcula o diretor de Indústria, Ciência e Tecnologia do Minicom, José Gontijo. “No começo, as empresas tinham mais dificuldade. Mas quando o prazo foi se aproximando, a procura disparou. Do total, 1.037 foram apresentados nas duas últimas semanas de junho”, revela.

A pasta chegou a receber 1,8 mil projetos, envolvendo R$ 26,5 bilhões – mas os dados contém duplicidade, porque parte foi retirada e depois reapresentada, além de terem havido desistências no trajeto. A Telebras, por exemplo, chegou a indicar pleitos para desonerar cinco cabos submarinos, mas quatro deles definharam, restando apenas o em direção à Europa.

A maior parte dos investimentos diz respeito a redes de acesso, óptico e móvel, que juntas representam quase metade dos valores envolvidos. Em seguida, redes de transporte, em cabo submarino ou fibra, inclusive OPGW, somam cerca de um quarto do total. E há ainda razoável parcela de acesso metálico – leia-se cabos coaxiais, particularmente em projetos da Net.

Não chega a surpreender que as empresas dos dois maiores grupos de telecom no país, América Móvil e Telefônica, liderem os pedidos. Segundo o Minicom, no entanto, há uma forte pulverização dos aportes entre as 27 empresas que submeteram os projetos – 27 CNPJs, que correspondem a aproximadamente 20 grupos econômicos.

O prazo para a submissão dos projetos expirou em 30 de junho, mas há emendas em três Medidas Provisórias (648, 649, 651) que tramitam no Congresso com o objetivo de esticar o prazo até meados do próximo ano. “O Ministério é favorável à prorrogação do prazo para a apresentação dos projetos, mas não da validade. Os investimentos devem ser concluídos até o fim de 2016”, diz Gontijo.

 


Internet Móvel 3G 4G
Android faz Google receber multa recorde de R$ 20 bilhões da União Europeia

Empresa norte-americana foi acusada de abuso de posição dominante e tem 90 dias para mudar as suas práticas. É a maior sanção já aplicada na Europa a uma companhia de Tecnologia. Google recorrerá da decisão.

Anatel aprova novo regulamento para preço público de radiofrequências

Principal novidade é a possibilidade de a agência exigir compromissos de investimento como parte do valor da renovação do direito de uso do espectro.

Segurança faz Anatel antecipar bloqueio de celulares no Rio de Janeiro

Os aparelhos irregulares vão ser bloqueados a partir de 08 de dezembro, a pedido do Gabinete de Intervenção Federal no Estado. O bloqueio está implementado no Distrito Federal e no Estado de Goiás.

Disputa entre fornecedores faz Cemig Telecom adiar leilão para o dia 8 de agosto

Preço mínimo para o lote 1, que envolve a rede de banda larga nos estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro foi estipulado em R$ 332 milhões.  Já manifestaram interesse público, a TIM e a Claro.

TV paga: Modelo não muda e sangria de assinantes já dura três anos e meio

Depois de um período de expansão, em 2014, com a entrada das teles no segmento, o setor encerrou o mês de maio com 17,8 milhões de assinantes, o que significa a perda de 10% da base de usuários. Claro/NET concentram 50% do mercado.

Anatel rejeita pedidos de Société e Pharol para mudanças no conselho da Oi

Seguem válidos, portanto, os nomes indicados a partir da aprovação do Plano de Recuperação Judicial, em dezembro, que constituem o Conselho de Administração Transitório da supertele.

Telefónica conduz projeto de transformação digital da Avianca

O acerto terá validade de cinco anos e inclui serviços de voz tradicional, conectividade de dados, apoio de infraestrutura (LAN/WLAN/Centro de cabos), segurança digital e soluções de redes definidas por software (SDN).


Veja a revista do 61º Painel Telebrasil 2017
Revista do 61º Painel Telebrasil 2017
A edição de 2017 do Painel Telebrasil enfatizou a necessidade de atualização do modelo de telecomunicações e a definição de uma agenda digital para o País.

Painel Telebrasil 2017 - Cobertura Especial ConvergênciaDigital


Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do Painel Telebrasil 2017

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G