Home - Convergência Digital

Para teles, Marco Civil pode restringir uso de Big Data

Convergência Digital
Luís Osvaldo Grossmann - 14/10/2014

Durante o Futurecom 2014, as operadoras de telecomunicações indicaram que o Marco Cviil pode restringir o uso do Big Data – particularmente com a crescente preocupação com a privacidade dos usuários. “O texto [do Marco Civil da Internet] não representa o melhor para os envolvidos. Temos o desafio de combinar o uso dos aplicativos com o novo marco legal”, disse o presidente da Telefônica/Vivo, Antonio Carlos Valente.

Além de reforçar a proteção à privacidade, a Lei 12.965/14 também exige que as operadoras sejam muito transparentes no uso das informações coletadas, de forma que amarra essa utilização em questões que precisam ser previamente estabelecidas.

Segundo o presidente da TIM, Rodrigo Abreu, os fortes embates, particularmente no terreno da neutralidade de rede, poluíram a discussão de forma prejudicial à visão de longo prazo desejada na legislação. Ele sustentou, no entanto, que ainda é possível maior flexibilidade na regulamentação.

“No caso da neutralidade de rede, houve uma discussão muito intensa, e as analogias foram usadas das mais variadas maneiras para defender uma conclusão ou outra. No fim, o compromisso poderia ser mais longevo, mas acabou não fechando as portas para o que ainda pode ser verificado no dia a dia.”

Daí ele ter defendido que a regulamentação “não repita o passado, como na LGT, que tratou basicamente de ‘cobre’ e ‘voz’, para não termos o impacto não desejado de regulamentação feita sem visão de mais longo prazo. Regulação muito prescritiva pode ter validade curta”, afirmou.

Consumo interno

Restrições à parte, as operadoras sinalizam que uma primeira etapa na utilização da análise de Big Data é de consumo interno – usar as informações para otimizar custos, investimentos e o relacionamento com os clientes. “É curioso que em nossa indústria, até pouquíssimo tempo atrás, mesmo com tanto volume de dados que passam nas nossas redes, conhecíamos tão pouco os usuários”, ressaltou Abreu.

“Pensando em termos de rede, em termos de atendimento ao cliente, são muito importantes os benefícios dessa nova tecnologia. Nos investimentos, o conjunto de informações agregadas vai permitir que o Capex seja melhor definido, priorizado e implementado”, emendou Antonio Carlos Valente.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

05/10/2018
Para Abranet, ação no STF contra Marco Civil da Internet remete à censura prévia

02/10/2018
Para PGR, não cabe indenização por remoção de conteúdo somente depois da ordem judicial

25/09/2018
Justiça manda YouTube remover ofensas a Marielle Franco, mas nega varredura

19/09/2018
STF julga remoção de conteúdo do Facebook sem ordem judicial

03/07/2018
Justiça aplica Lei Maria da Penha para punir crimes de pornografia de vingança na Internet

20/06/2018
Maia quer 'quebrar' o Marco Civil no combate às fake news

08/06/2018
STJ: Provedores são obrigados a reconhecer usuários antes mesmo da vigência do Marco Civil

24/04/2018
Projeto prevê Direito ao Esquecimento de pessoas públicas no Marco Civil

16/04/2018
Marco Civil da Internet é argumento para Justiça definir multa por hora

11/04/2018
Youtube terá que indenizar por exclusão de paródia musical

Veja a segunda edição da revista digital Alianza Latinoamericana de Medios TIC 58º Painel Telebrasil

Revista do 58º Painel Telebrasil, realizado nos dias 09 e 10 de setembro de 2014 em Brasília, tendo como tema principal Perspectivas e Propostas para o Próximo Governo, Telecomunicações, Competitividade e Inovação no Brasil.

Clique aqui para ver mais revistas
Veja mais vídeos
EMC
Veja mais vídeos da CDTV
Alianza Latinoamericana de Medios TIC
Futurecom 2015: presente y futuro de las TIC en Latinoamérica y el Mundo

El uso de nuevas tecnologías en deportes, negocios, consumo y educación, serán algunos de los temas abordados en el gran evento de Telecomunicaciones de Latinoamérica.

M2M: cuando las cosas se vuelven inteligentes

Comprende una amplia variedad de alternativas de uso: desde accionar elementos mecánicos (máquinas expendedoras, ascensores, entre otros) hasta actualizar la información que se muestra en pantalla.

José Otero de 4G Americas: “El objetivo es fomentar el desarrollo socioeconómico”

La red social Facebook está dando un paso más adelante en su estrategia para llevar servicios de Internet a los 4.400 millones de usuarios que aún no tienen acceso a la web.

VideoCast Evaluamos entrevista a Carlos López Blanco

Director General de Asuntos Públicos y Regulación de Telefónica  habló del desarrollo de la infraestructura de primer mundial en Latinoamérica.

Amdocs, garantía de éxito de los proveedores de servicio

La compañía proveedora de sistemas y servicios para la experiencia del cliente en la industria de comunicaciones, medios y entretenimiento a nivel mundial, dio a conocer su propuesta de red en la nube que agiliza el servicio y la eficiencia operativa.


Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site