TELECOM

Concorrência acirrada deixa pouco espaço para MVNOs

Luís Osvaldo Grossmann ... 11/02/2015 ... Convergência Digital

Desde 2010 o Brasil abriu espaço para as ‘operadoras virtuais’, empresas que prestam serviços de telecomunicações a partir do “aluguel” de redes de outras prestadoras. Até aqui, há meia dúzia das chamadas MVNOs atuando no país. Número que, para o superintendente de Competição da Anatel, Carlos Baigorri, só surpreende quem não atenta para características do mercado brasileiro.

“Não vejo no mercado brasileiro, onde tem competição forte entre quatro operadoras, espaço para MVNO em pré-pago, por exemplo. As margens do setor já são pequenas. Não vai conseguir competir em preço em cima da rede de outro”, avalia Baigorri, que tratou do tema nesta quarta, 11/2, em reunião do Conselho Consultivo da Anatel.

“É uma atuação de nicho, mas vejo muita dificuldade na identificação desses nichos de mercado. Tanto que vários acordos foram anunciados que não conseguiram deslanchar. Na prática exige que se identifique algum segmento onde as grandes operadoras não atendem bem”, acredita.

Ele cita operações como da Vodafone, que tem uma operação específica em M2M. “Pegou um nicho de mercado que as grandes empresas não tem condições de explorar adequadamente. A Porto Seguro, por exemplo, tem uma proposta de valor de atendimento diferenciado, ela faz bundle com outros serviços, dá descontos”, enumera o superintendente.

No debate no Conselho Consultivo, foi lembrado que quando da elaboração do regulamento das operadoras virtuais, chegou a ser cogitada a obrigação de oferta de acordos de MVNO pelas maiores do setor. “Teve uma discussão se MVNO deveria ser oferta obrigatória a quem tem poder de mercado, mas não vejo como isso seria bom. A relação entre MVNO e MNO é uma simbiose onde uma agrega valor a outra, se obriga um a aceitar isso, tira essa simbiose.”


Internet Móvel 3G 4G
Chineses mostram força no mercado de smartphones

Samsung e Apple seguem à frente da liderança, mas começam a ter seguidores. A fabricante coreana tem 20,7% do mercado global de smarpthones, enquanto a americana detém 13,7%. As chinesas Huawei (9%), Oppo (8,1%) e Vivo (6,8%) cresceram.

Vivo lança planos de voz ilimitados para PMEs

Iniciativa chega ao mercado B2B e também envolve a oferta de planos de dados. Preços variam de R$ 99,99 a R$ 237.99.

Oi troca cobre por FTTH em Duque de Caxias, Rio de Janeiro

Detentora da maior planta de par metálico no Brasil, a operadora planeja expandir o piloto para outras cidades onde a infraestruutra é mais crítica de qualidade.

Prestadoras de serviços de telecom investiram R$ 28 bilhões no Brasil

Receita bruta, no entanto, caiu 5% e ficou em R$ 226 bilhões. Aportes maiores foram em expansão de infraestrutura.

Disputa da TV paga com SBT, Rede TV! e SBT gera mais de 1000 reclamações à Anatel em três dias

Agência informa ainda que, em março, todos os serviços apresentaram redução nas reclamações dos usuários. NET e TIM foram as únicas que registraram aumento nas reclamações.

TCU dá 120 dias ao MCTIC para estudo sobre redução dos fundos de telecom

Para o Tribunal, descompasso entre arrecadação e uso de Fistel, Fust e Funttel está ligada à ausência de política pública para o setor. De cerca de R$ 113 bilhões arrecadados desde 1997, R$ 106 bi foram usados para cobrir outras despesas, notadamente dívida pública e Previdência.

Usuários dos serviços de telefonia, internet e TV paga pagaram R$ 64 bilhões em impostos em 2016

Total arrecadado diretamente do cidadão e transferido aos cofres públicos representa metade da receita líquida. O FUST arrecadou R$ 1,4 bilhão. O ICMS arrecadou R$ 34 bilhões.


Veja a revista do 60º Painel Telebrasil 2016
Revista do 60º Painel Telebrasil 2016
O Brasil enfrenta uma de suas mais graves crises, e as telecomunicações em banda larga são essenciais para a retomada do desenvolvimento sustentável, com inclusão social, na moderna sociedade da informação e do conhecimento. Este foi o mote dos debates durante o 60º Painel Telebrasil, realizado nos dias 22 e 23 de novembro, em Brasília.

  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G