SEGURANÇA

Privacidade: falha do Google Apps expõe quase 300 mil domínios

Da redação ... 16/03/2015 ... Convergência Digital

Nomes, endereços, informações de e-mail e números de telefones de 282.867 proprietários de domínios no Google Apps foram expostos devido a uma falha de segurança no Whois, protocolo voltado para consulta de informações sobre domínios, de acordo com a Cisco.

A equipe de pesquisa e segurança da empresa Talos publicou uma nota sobre o assunto indicando que o problema parece ter começado em meados de 2013 e, desde então, tem revelado detalhes de dados de pessoas que optaram pela proteção da privacidade no Whois.

Pesquisadores concluíram que os administradores de domínios foram afetados depois de terem renovado seus dados de registro privado no Whois. Dos cerca de 309.925 domínios registrados no eNom, parceiro do Google, cerca de 94% foram afetados.

A correção já foi solicitada, mas a equipe da Talos alerta que a falha possibilitou extrair informação que podem ser usadas para fins maliciosos, como disparo de spams, phishing e outras formas criminosas de uso de dados. O Google, por sua vez, enviou um e-mail para os usuários afetados explicando a falha.


Soluções de Segurança para a Sociedade
Não delegue a segurança cibernética apenas para a TI

Para mitigar os riscos com ataques hackers, toda a corporação precisa se unir, adverte Jun Goto, vice-presidente Sênior da NEC Corporation.

Golpe do 14º salário no WhatsApp atinge 770 mil brasileiros

Os golpistas pedem para o usuário conferir se tem direito a um dinheiro extra.

TSE fecha acordo de cooperação em TI com a Sociedade Brasileira de Computação

Acordo é abrangente e pode abordar tanto a segurança da urna eletrônica como questões internas de informática do Tribunal. 

Guerra cibernética passa a ter mesmo status de armas atômicas nos EUA

Comando Cibernético foi elevado em decisão anunciada por Donald Trump e com o propósito de "enfatizar o desenvolvimento de armas cibernéticas para impedir ataques, punir intrusos e enfrentar adversários".

STF autoriza extradição de hacker que teria fraudado US$ 4,85 milhões nos EUA

Tribunal deferiu pedido do governo dos Estados Unidos para extraditar Michael Knighten, que seria integrante de um grupo de criminosos cibernéticos autodenominado Techie Group.



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G