Home - Convergência Digital

Já há mais smartphones do que PCs em uso no Brasil

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo* - 16/04/2015

A 26ª pesquisa sobre o Mercado Brasileiro de TI do Centro de Tecnologia de Informação Aplicada - GVcia - da Fundação Getúlio Vargas, divulgada nesta quinta-feira 16/04, comprova que o ano de 2014 não foi bom para a indústria de PCs. O levantamento da FGV comprova que, pela primeira vez em 30 anos, a venda de PCs caiu no Brasil. Foram comercializadas 20,4 milhões de unidades - incluíndo tablets nessa relação, uma redução de 10% em relação a 2013.

Já os smartphones cresceram e apareceram e superaram, num curto prazo, a base instalada de PCs. Segundo o estudo, a partir de agora, o país conta com 306 milhões de dispositivos conectáveis a Internet, sendo 152 milhões de computadores e 154 milhões de smartphones, o que representa a existência de três dispositivos para cada dois habitantes.

Se o ano de 2014 foi ruim, a projeção para 2015 é mais animadora. Os pesquisadores da FGV acreditam que haverá uma retomada das vendas de PCs, muito em função dos tablets, que vão responder pela metade da comercialização. A projeção é que o mercado irá crescer 8% e chegará a 22 milhões de unidades vendidas ao final do ano. Metade desse montante virá dos tablets.

O estudo prevê ainda que, em dois anos, o país terá um computador por habitante no Brasil, o que significa alcançar uma base de 208 milhões PCs ativos em 2017/18. A pesquisa destaca ainda que o Brasil está acima da média mundial por habitante em computadores, TVs e telefones, com 75%. A média mundial é de 56%. Mas muito atrás dos Estados Unidos que chegam a 134%.

Em TVs, o Brasil alcançou 104% per capita, mais de 1 por habitante (36% acima da média mundial). E nos telefones, o Brasil ficou com 162%, quando o mundo ficou em 117%. A pesquisa ouviu 2340 empresas, sendo 68% pertencentes as 500 maiores do país.

Os bancos continuam na liderança investindo 13,8% das receitas em TI, seguido por Serviços com 10,8%, Indústria 4,6% e Varejo com 3,4%. Pela primeira vez, a pesquisa da FGV trouxe nos indicadores o uso da TI no setor de Saúde. O levantamento mostra também que, nos últimos 10 anos, os investimentos das empresas brasileiras na área de TI triplicaram, passando de 2,5% do faturamento para 7,6%, em 2014.

*Com informações da FGV

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

16/07/2018
No Brasil, 49% dos usuários já tiveram um smartphone roubado

03/07/2018
Smartphone é a principal ferramenta de compra online no Brasil

12/06/2018
Notebooks puxam alta de 21% na venda de computadores

06/06/2018
Huawei fecha acordo com Positivo para voltar a vender celulares no Brasil

05/06/2018
Sharp, da Foxconn, compra unidade de PCs da Toshiba

04/05/2018
Brasil, Argentina, Japão e Rússia perderam 25% das remessas de PCs e celulares

26/04/2018
MCTIC prepara credenciamento para centros de recondicionamento de PCs

19/04/2018
Brasil já contabiliza mais de 1 smartphone ativo por habitante

28/03/2018
Disputa de fornecedores impulsiona venda de smartphones no Brasil

20/03/2018
No Brasil, mercado de PCs terá troca de máquinas em 2018

Destaques
Destaques

4G já alcança metade dos celulares no Brasil

No fim do primeiro semestre de 2018, país contava com 118 milhões de chips de quarta geração.

Banda larga móvel: América Latina cobra até três vezes mais pelo espectro

"Políticas de espectro que aumentam os preços e concentram-se em ganhos de curto prazo são incompatíveis com a economia digital", adverte o diretor da GSMA, Sebastián Cabello.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

A IA vai virar a economia de "cabeça para baixo" como um tsunami!

Por: Eduardo Prado *

O impacto só não vai ser mais ser mais rápido nas economias dos países por causa da falta de mão de obra de Inteligência Artificial por conta da carência de especialistas como cientistas de dados.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site