GESTÃO

São Paulo terá projeto piloto de logística reversa de eletrônicos

Da redação* ... 11/09/2015 ... Convergência Digital

Um acordo entre o governo brasileiro e a agência japonesa de cooperação (JICA) vai tentar apoiar o setor de eletroeletrônicos na implementação da logística reversa – prevista na política nacional de resíduos sólidos, mas ainda não implementada.

Segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, além de treinamento, o acordo estabelece a realização de um estudo diagnóstico da situação dos resíduos eletroeletrônicos no município de São Paulo, bem como a realização de um projeto piloto na maior cidade do país.

Uma primeira equipe com representantes do próprio MDIC, do Ministério do Meio Ambiente, prefeitura de São Paulo, as associações industriais (Abinee e Eletros) e de varejistas (IDV) e da cooperativa paulista de catadores (Coopermiti) esteve em Tóquio entre 25 de agosto e 5 de setembro para participar dos treinamentos.

Segundo o MDIC, “a programação incluiu palestras e troca de experiências com representantes do governo japonês, de governos locais e associações de fabricantes de eletrônicos, visitas técnicas a plantas de reciclagem, sistemas de coleta, triagem e manufatura reversa”.

“Para que a logística reversa seja amplamente utilizada, é preciso envolver a todos os atores, especialmente a indústria e o comércio”, afirmou o diretor de competitividade industrial do MDIC, Igor Calvet. “Essa parceria é importante porque a logística reversa tem previsão legal, mas ainda não está implementada no setor de eletroeletrônicos”, completou.

* Com informações do MDIC


Nova licitação do TaxiGov abre portas para apps e locadoras de veículos

Licitação acontecerá no dia 24 de janeiro e equivale a um montante estimado de R$ 19,6 milhões para execução no período de um ano. Implantado em março de 2017, serviço é usado por mais de 15 mil servidores e colaboradores, em quase 300 mil corridas realizada.

Empresas criticam governo e pedem mais prazo para aderir ao eSocial

Há também uma grande preocupação com as pequenas empresas. Isso porque a maioria - que tem de entrar no regime em 2019 - desconhece o novo regime de transmissão de dados para a Receita Federal.

Setor de TI quer resgatar projeto original do Parque Capital Digital

O atual modelo implantado pelo Governo Rodrigo Rollemberg nunca foi aceito pelo setor de TICs. Senador Izalci Lucas (PSDB) pretende conversar com o governador, Ibaneis Rocha, sobre a questão. Conta com o apoio das empresas, que pela primeira vez, participam da equipe de transição através do presidente do Sinfor, Ricardo Caldas.

Receita orienta sobre como informar mudança de CPF no eSocial

Procedimento é considerado raro, mas para evitar problemas, o Comitê Gestor do novo regime determinou como as empresas devem agir. Medida será válida a a partir de 21 de janeiro de 2019, com a entrada em produção da versão 2.5 do leiaute do eSocial.

Ceará avança com PPPs para ser um hub nacional de TICs

Governo cearense trabalha para atrair datacenters e empresas de TICs, revela o secretário de Planejamento do Ceará, Francisco Queiroz Maia Jr. Em Telecom, secretário reclama da falta de interesse das teles e diz que alvos da política são operadoras competitivas e provedores Internet.




  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G