GOVERNO

MCTI espera orientação do Planejamento para cortes e reestruturação

Luís Osvaldo Grossmann ... 15/10/2015 ... Convergência Digital

O ministro de Ciência, Tecnologia e Inovação, o deputado federal pelo PMDB do Rio de Janeiro Celso Pansera, voltou à Câmara nesta quinta-feira, 15/10, para prestigiar a Frente Parlamentar de C&T, onde prometeu cuidar pessoalmente do trato com os parlamentares e saber, em breve, qual o tamanho da cirurgia que vai operar no Ministério.

“Na segunda ou na terça-feira vou receber o estudo do Ministério do Planejamento sobre o novo tamanho do ministério. Aí vamos reorganizar. Nas equipes de trabalho, nas secretarias, o critério é técnico. Mas a relação política da câmara vamos fazer muito bem e vou comandar esse processo fundamental”, disse o ministro.

Questionado pelo portal Convergência Digital sobre as propostas de fusão de certas secretarias, particularmente a SEPIN, voltada para Políticas de Informática, Pansera disse inicialmente que qualquer indicação nesse sentido é especulação. Mas admitiu que se o MCTI for alvo do corte de 30 secretarias ministeriais, fundir estruturas será uma das medidas necessárias.

Orçamento

“A crise macroeconômica afeta, não tem como não ser afetado, e não seria diferente na Ciência e Tecnologia. Dentro da situação do país, obviamente estamos reorganizando o ministério, mas tem um conjunto de pautas que o [ex-] ministro Aldo Rebelo já havia desenhado e que daremos continuidade”, explicou Celso Pansera.

Enquanto isso, ele também promete tentar garantir um panorama um pouco melhor para o próximo ano. O ministro antecipou que, na próxima semana, se reúne com o relator setorial do Orçamento 2016 para C&T e comunicações, deputado Wadson Ribeiro (PCdoB-MG). “Vamos avaliar e poderemos sugerir alterações”, disse o ministro.


3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018 - Cobertura Especial Convergência Digital
Brasscom lança manifesto para construir um Brasil Digital e Conectado

Entidade quer a colaboração da sociedade e de entidades de TI ou não para entregar um documento aos presidenciáveis. "Tecnologia precisa ser prioridade nacional", diz o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.


Veja a cobertura da 3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018

Órgãos públicos do Executivo estão proibidos de exigir CPF e CNPJ

Medida impõe o compartilhamento de dados sem nenhuma regra de cuidado com as informações. Portaria proíbe a exigência ainda de certidões de débitos tributários e dívida ativa e certidão de quitação eleitoral.

Serpro repudia acusação de venda de dados pessoais

Estatal diz nunca ter repassado conteúdo ao site 'Consulta Pública', 'congelado' por uma ação do MPF do Distrito Federal. Sustenta ainda que não vende 'secretamente' dados de pessoas naturais ou jurídicas.

Apps de e-gov não pedem consentimento e coletam mais dados do que precisam

Segundo estudo do InternetLab com aplicativos federais e de São Paulo, nenhum dos aplicativos pede consentimento expresso e metade não possui qualquer política de privacidade.

Anac autoriza Secretaria de Patrimônio da União usar drones para fiscalização

Licitação para a compra de equipamentos pelo governo deverá acontecer a partir do final de maio. Drones vão ser usados para fiscalizar uso irregular de áreas de praia, margens de rios, terrenos de marinha e espelhos d'água, dentre outros bens públicos de propriedade da União.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G