GOVERNO

Câmara vai pedir explicações sobre proposta de fusão de Serpro e Dataprev

Luiz Queiroz e Luís Osvaldo Grossmann ... 23/10/2015 ... Convergência Digital

A Câmara dos Deputados vai pedir informações aos ministros da Fazenda e do Trabalho e Previdência Social sobre os planos de uma eventual fusão entre as principais empresas de tecnologia da informação do governo federal, Serpro e Dataprev.

“Queremos saber o que há de concreto, se há estudos, sobre essa fusão. Às coisas não acontecem à toa. Alguém está pensando nessa fusão. Se é formatado, deliberado, diz que não. Mas queremos saber e queremos que qualquer movimento envolva os trabalhadores”, afirma a deputada Érika Kokai (PT-DF).

A decisão por um pedido formal de informações se deu depois de reunião no Ministério da Fazenda, na quinta, 22/10, com o secretário executivo Tarcisio Godoy. “Ele disse que são conjecturas, nada concreto, nenhuma decisão”, conta a deputada, que também vai propor uma indicação para que os funcionários façam parte dessas tratativas. 

Segundo apurou o portal Convergência Digital, o secretário executivo reclamou do vazamento do documento onde a ideia da fusão entre as estatais é elaborada. E que as três possibilidades – a fusão, a incorporação de uma pela outra, ou a criação de uma holding para gerir ambas – continuam em análise no governo.


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Suspeita de fraude faz Caixa bloquear 1,3 milhão de CPFs no Auxílio Emergencial

Total de contas bloqueadas responde por cerca de 5% dos pedidos aprovados. Para reativar o benefício, o dono da conta bloqueada terá de ir pessoalmente a uma agência e provar a sua identidade.

ABES: Software cobra transparência do ministério da Economia

Para o presidente da Associação Brasileira de Empresas de Software, Rodolfo Fücher, o veto à prorrogação da desoneração da folha chega em um momento onde a inadimplência aumenta e da falta de crédito.País caiu para 10º no ranking mundial de software.

Bolsonaro surpreende e veta prorrogação da desoneração da folha

Ao sancionar a Lei 14.020/20, presidente descartou manter o benefício até o fim de 2021 para 17 setores, inclusive TI e cal center. “Dispositivos acabam por acarretar renúncia de receita”, anotou na mensagem de veto.

Governo segue com privatização de Serpro, Dataprev e Telebras para 2021

O secretário de desestatização do Ministério da Economia, Salim Mattar, disse que não há mudança de planos do governo Bolsonaro, mesmo com o papel desempenhado pelas estatais de TI na pandemia, e está mantido o plano de vender 12 estatais no ano que vem.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G