GOVERNO

Governo corta R$ 23,4 bilhões do Orçamento, mas lista satélite entre prioridades

Luís Osvaldo Grossmann ... 19/02/2016 ... Convergência Digital

O governo federal anunciou nesta sexta-feira, 19/2, o contingenciamento de recursos do Orçamento deste 2016. Como meta geral, o corte apresentado chega a R$ 23,4 bilhões, “com contribuição de todos os ministérios”. O anúncio foi feito pelos ministros do Planejamento, Valdir Simão, e da Fazenda, Nelson Barbosa.

Embora sem detalhar quais programas serão afetados – até porque em parte depende de cada pasta – o ministro do Planejamento, Valdir Simão, listou o satélite geoestacionário de comunicações e defesa entre aqueles prioritários que foram preservados, ao lado de Minha Casa, Minha Vida, a transposição do São Francisco, Olimpíadas e o combate ao Aedes aegypti.

Como o ministro expôs, houve preservação de projetos de investimentos estruturantes e em fase de conclusão – este último exatamente o caso do satélite, que tem lançamento previsto para o segundo semestre deste ano, com entrada em operação no início de 2017 com a missão de levar banda larga para áreas isoladas.

Pastas com maiores orçamento tiveram, naturalmente, cortes maiores em termos nominais. Na “contribuição de todos”, o ministério das Comunicações ficou com orçamento de R$ 241 milhões (contra os R$ 303 mi aprovados na LOA). Em Ciência e Tecnologia, o contingenciamento deixou o orçamento deste ano em R$ 4 bilhões (eram R$ 4,08 bi na LOA).

 


Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Félix Mendonça Junior (PDT-BA) é o novo presidente da CCT da Câmara

Parlamentar que dar atenção especial  para a discussão da chegada do 5G no Brasil e também nas novas tecnologias, entre elas, o reconhecimento facial.

Dataprev registra aumento de 10% no lucro e alcança R$ 151 milhões em 2018

Segundo relatório da administração, receitas cresceram 2,9%, enquanto os custos subiram 2%. Investimentos chegaram a R$ 182 milhões. Maior parte dos recursos foi gasto em segurança da Informação e nas licenças Oracle. Governo deve quase R$ 400 mil reais à estatal.

Ex-VP de TI da Vivo assume comando da Dataprev

Christiane Edington, que ficou oito anos à frente da área de tecnologia da operadora, tomou posse na quinta, 28/2, durante reunião do conselho de administração da estatal.

Telebras vai agir para ser lucrativa e não ser vendida no Governo Bolsonaro

“Queremos implantar parcerias e empreender novos ritmos, com metas atingíveis e consolidar o nome da Telebra”, afirmou o novo presidente da estatal, Waldemar Ortunho Junior, em primeiro encontro com funcionários. Ministro Marcos Pontes participou da reunião.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G