GOVERNO

Celso Pansera não é mais ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação

Ana Paula Lobo* ... 20/04/2016 ... Convergência Digital

O ministro da Ciência e Tecnologia, Celso Pansera (PMDB-RJ), que reassumiu seu mandato como deputado federal para votar contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff - e manteve o voto contra o impeachment - não vai retornar ao cargo. Nesta quarta-feira, 20/04, o Palácio do Planalto informou que ele deixou a função 'a pedido'.

"A Presidenta da República, Dilma Rousseff, informa que o ministro Celso Pansera deixará, a pedido, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. A Presidenta agradece o ministro pelo seu trabalho e dedicação, e deseja sucesso no seu retorno à Câmara dos Deputados", diz o comunicado da Presidência da República.

Pansera foi nomeado em outubro de 2015 numa reforma administrativa da presidente Dilma Rousseff feita com a intenção de ampliar o apoio da Câmara dos Deputados ao governo do PT, o que não surtiu o efeito esperado. Na sua rápida passagem, Pansera tentou fazer mudanças no ministério.

Uma delas foi a de tentar integrar a SEPIN à Secretaria da Inovação, medida que terminou descartada depois de forte reação do setor de TIC. Para comandar a SEPIN, secretaria fundamental para TIC, Pansera nomeou, então, o seu amigo pessoal e o ex-coordenador-geral de Modernização de Informática, do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Manoel Augusto Cardoso da Fonseca. Também estave à frente da aprovaçaõ do Marco Regulatório da Inovação, que, agora, precisa ser regulamentado.

Em dezembro passado - pouco mais de três meses na função - Pansera foi alvo de uma busca e apreensão da Polícia Federal na sua casa, como aconteceu com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e o ministro, também do PMDB, Henrique Eduardo Alves, do Turismo, que deixou o cargo quando o PMDB rompeu com a presidente Dilma.  À época, Pansera soltou uma nota oficial onde manifestou interesse nos esclarecimentos dos fatos, mas não houve mais nenhuma divulgação oficial dos resultados da busca e apreensão por parte da Polícia Federal.


Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Bolsonaro decide manter Comunicações no MCTIC

Em entrevista coletiva, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, confirmou que não vai mexer na atual estrutura. O comando do MCTIC será do astronauta Marcos Pontes.

Cansado de esperar Ucrânia, Brasil extingue Alcântara Cyclone Space por MP

Tratado já tinha sido denunciado pelo Brasil em 2015, diante do fracasso da parceria. Desde então, tenta fazer uma reunião para dissolver a empresa binacional, sem sucesso.

Reforma Trabalhista reduziu número de processos trabalhistas em 17,4%

Segundo balanço de um ano da aprovação das mudanças na CLT, processos que chegaram a varas do trabalho caíram de 2 milhões para 1,6 milhão.

Bolsonaro confirma Marcos Pontes na Ciência e Tecnologia

Embora ainda não tenha definido a estrutura do MCTIC - há rumores que Comunicações irá para o ministério da Economia, presidente eleito define o nome do astronauta. Kassab, apesar de ter apoiado o novo presidente, deixa a pasta.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G