GOVERNO

Celso Pansera não é mais ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação

Ana Paula Lobo* ... 20/04/2016 ... Convergência Digital

O ministro da Ciência e Tecnologia, Celso Pansera (PMDB-RJ), que reassumiu seu mandato como deputado federal para votar contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff - e manteve o voto contra o impeachment - não vai retornar ao cargo. Nesta quarta-feira, 20/04, o Palácio do Planalto informou que ele deixou a função 'a pedido'.

"A Presidenta da República, Dilma Rousseff, informa que o ministro Celso Pansera deixará, a pedido, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. A Presidenta agradece o ministro pelo seu trabalho e dedicação, e deseja sucesso no seu retorno à Câmara dos Deputados", diz o comunicado da Presidência da República.

Pansera foi nomeado em outubro de 2015 numa reforma administrativa da presidente Dilma Rousseff feita com a intenção de ampliar o apoio da Câmara dos Deputados ao governo do PT, o que não surtiu o efeito esperado. Na sua rápida passagem, Pansera tentou fazer mudanças no ministério.

Uma delas foi a de tentar integrar a SEPIN à Secretaria da Inovação, medida que terminou descartada depois de forte reação do setor de TIC. Para comandar a SEPIN, secretaria fundamental para TIC, Pansera nomeou, então, o seu amigo pessoal e o ex-coordenador-geral de Modernização de Informática, do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Manoel Augusto Cardoso da Fonseca. Também estave à frente da aprovaçaõ do Marco Regulatório da Inovação, que, agora, precisa ser regulamentado.

Em dezembro passado - pouco mais de três meses na função - Pansera foi alvo de uma busca e apreensão da Polícia Federal na sua casa, como aconteceu com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e o ministro, também do PMDB, Henrique Eduardo Alves, do Turismo, que deixou o cargo quando o PMDB rompeu com a presidente Dilma.  À época, Pansera soltou uma nota oficial onde manifestou interesse nos esclarecimentos dos fatos, mas não houve mais nenhuma divulgação oficial dos resultados da busca e apreensão por parte da Polícia Federal.


Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Operações com criptomoedas terão que ser informadas à Receita

Nova instrução normativa da Receita exige informações quando as operações com ‘criptoativos’ ultrapassarem os R$ 30 mil mensais. No valor  de mercado desta terça-feira, 07/05, um bitcoin vale US$ 5.940,00, ou R$ 23.760. Ou seja, brasileiro com 2 bitcoins terá de prestar contas com o Fisco.

Reforma Tributária só acontece se for 'fatiada' com governo à frente

A afirmação é do presidente da Frente Parlamentar Mista da Reforma Tributária do Congresso Nacional, deputado Luis Miranda, do DEM/DF. "Não dá para crer que governo federal, estados e municípios façam a reforma unificada", diz.

Serpro e Dataprev terão de se reinventar para a economia digital

O secretário Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, Paulo Uebel, admite que um desafio a ser enfrentado para a transformação digital do governo federal é a interoperabilidade dos bancos de dados. "Há muitos que não se conversam", afirmou.

Falta de dinheiro exige exercício de criatividade na economia digital

Para o secretário de empreendedorismo e inovação do MCTIC, Paulo Alvim, a retomada da competitividade no Brasil passa por um ecossistema sólido unindo governo, iniciativa privada e academia.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G