Home - Convergência Digital

Profissão TI: Diploma do ensino a distância vale tanto quanto do presencial

Convergência Digital
Ana Paula Lobo e Pedro Costa - 07/07/2016

O curso de gestão de tecnologia da Informação é o preferido dos estudantes do ensino a distância da Universidade Estácio de Sá, revela a professora Simone Markenson. Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, durante o Rio Info 2016, realizado de 04 a 06 de julho, no Rio de Janeiro, a especialista diz que é um mito achar que num curso de ensino a distância não precisa estudar.

"É preciso muita disciplina para dedicar uma parte do tempo ao estudo. É até mais rigoroso que o ensino presencial porque o aluno tem que arrumar o tempo para estudar. Acabou o conceito que não é preciso estudar. E é nesse momento que acontece a evasão no primeiro ano. Muitos alunos acham que não precisam estudar e é um erro", afirma a especialista.

Simone Markenson também põe abaixo um mito do mercado: o diploma de um curso a distância é rigorosamente igual a de um curso presencial. Assistam a entrevista.

Facebook Twitter Google+ LinkedIn Email Addthis
LEIA TAMBÉM:

18/06/2018
Diferença entre homens e mulheres em TI só cai com mais mulheres no setor

25/05/2018
GSMA: Diferença entre mulheres e homens preocupa na América Latina

23/03/2018
A profissão de hoje em TI é a do desenvolvimento de algoritmos

21/03/2018
Brasil criou estereótipos sobre quem é o profissional da computação

20/03/2018
Setor de TIC precisa mostrar aos jovens que não é 'um bicho-papão'

15/03/2018
MP com ajustes na reforma trabalhista deve caducar sem votação

05/03/2018
Brasil precisa correr para capacitar os 800 mil funcionários de call center

08/11/2017
Transformação digital: desafio é o equilíbrio entre o legado e os novos hábitos

27/09/2017
Rio de Janeiro quer ser referência global em Ciência de Dados e Inteligência Artificial

26/09/2017
Profissional do futuro é um análogo do canivete suíço

Destaques
Destaques

Globo.com usa algoritmos para definir o que o leitor vai ler

Empresa conta com uma equipe com múltiplas habilidades – matemática, estatística, computação – no lugar de um time de cientista de dados. Modelo, no entanto, enfrenta resistência interna.

Setor quer marco legal para software nos moldes do Marco Civil da Internet

Legislação - que seria um conjunto de regulamentações - estaria associada à Lei de Patentes, à Lei de Inovação e à Lei de Compras Públicas de software, revela Gilberto Martins de Almeida, da GMA Advogados.


Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site