Home - Convergência Digital

M2M: base de chips desonerados cresce pouco mais de 5% de janeiro a maio

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo* - 15/07/2016

A base de chips M2M - voltado para a comunicação máquina a máquina e sem a intervenção humana, desonerados pelo governo Dilma - não cresce como esperado no Brasil. De janeiro a maio deste ano, por exemplo, pouco mais de 285 mil chips foram adicionados à base que, em maio, ficou em 4.290.248 milhões de acessos ativos. Em Janeiro, eram 4.003.370.

Os chips sem desoneração - e para máquinas com a interação humana, como as de cartão de crédito e POS -- chegaram a 7.426.060 milhões no país em maio. De janeiro a maio foram adicionados apenas 29350 mil chips novos à base.

Outra opção para a venda de chips para as operadoras também está em queda livre: os para modems de acesso, muito em função de os celulares virarem roteadores naturais em emergência para a maioria dos usuários de smartphones. De janeiro a maio, foram 503.327 mil chips desativados, segundo dados da Anatel. Em maio, a base de chips para acesso banda larga via dispositivos ficou em 5.275.519. Em janeiro, eram 5.778.846.

*Com dados da Anatel

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

24/11/2017
Atenta à Internet das coisas, Anatel quer mudar certificação de equipamentos

06/12/2016
M2M perde 1,3 milhão de chips ativos no Brasil em 12 meses

03/11/2016
Para a Anatel, nono dígito em todo o Brasil incentiva mercado M2M

27/09/2016
Quatro empresas monopolizam mercado de chips M2M

19/09/2016
Sai autorização da Anatel para governo de Minas Gerais entrar na Vodafone

31/08/2016
Mercado brasileiro de M2M deve crescer 13,5% ao ano até 2021

22/08/2016
4G reina, mas 2G tem vida longa no negócio M2M

15/07/2016
M2M: base de chips desonerados cresce pouco mais de 5% de janeiro a maio

26/04/2016
Google, Ford, Volvo, Uber e Lyft se unem por carro sem motorista

26/11/2015
M2M: Teles pedem benefício fiscal também para as máquinas POS

Destaques
Destaques

4G: Belo Horizonte tem melhor cobertura, Porto Alegre maior velocidade

Estudo da OpenSignal indica que nas 14 maiores cidades brasileiras o sinal de LTE está disponível pelo menos 73% do tempo, acima dos 66% da média nacional.

América Latina restringe espectro e fica longe da meta da UIT

Até setembro, de acordo com a 5G Americas, foram concedidos, em média, na região, 363,8 MHz de espectro para a oferta de serviços móveis na América Latina.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Desvende 10 mitos sobre os cartões biométricos

Por Cassio Batoni*

Como toda nova tecnologia, os questionamentos sobre a sua segurança e e a sua confiabilidade ainda existem e são compreensíveis, mas ela veio para ficar. A impressão digital surge como a confirmação principal de que o usuário é quem diz ser.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site