SEGURANÇA

Edward Snowden projeta equipamento que avisa se smartphone foi ‘grampeado’

Luis Osvaldo Grossmann* ... 22/07/2016 ... Convergência Digital

O ex-espião Edward Snowden, em conjunto com o hacker Andrew Huang (mais conhecido como ‘Bunnie’ Huang) apresentaram nesta semana no MIT (o Instituto de Tecnologia de Massachusetts) a proposta de um equipamento capaz de identificar se um smartphone está de alguma forma ‘grampeado’, emitindo ou recebendo sinais de rádio estranhos a suas funções normais. 

O objetivo, segundo explicam em um paper chamado Neutralizando Abusos Legais da Vigilância Digital, é oferecer um monitoramento constante sobre emissões de sinais de rádio pelo smartphone. Eles explicam que mesmo quando o aparelho é colocado em ‘modo avião’, ele ainda permite explorações indevidas – e, por exemplo, continua enviando localização por GPS. 

Para desenvolver o conceito, Snowden e Huang projetaram o que chama de ‘máquina introspectiva’ com base nas especificações técnicas de um iPhone 6 – mas como também indicam no paper, o objetivo é ter uma ferramenta que funcione tanto em sistemas iOS quanto Android. 

O equipamento, que funciona como um mini osciloscópio, é conectado à entrada do SIM card – que é movido para a ‘máquina instrospectiva’ – de forma ler os sinais das antenas do smartphone, GPS, Bluetooth, WiFi e modem. Ao analisar os sinais dessas diferentes formas de rádio, o aparelho modificado alerta se houver transmissões que não deveriam estar acontecendo. 

Expressamente, o primeiro foco é em fornecer ferramentas seguras para jornalistas – Snowden é diretor da Fundação Liberdade de Imprensa – mas como ressaltam, trata-se de uma ferramenta para proteger qualquer um da vigilância, notadamente estatal. 


NEC - Conteúdo Patrocinado - Convergência Digital
Multibiometria: saiba como ela pode cuidar da sua segurança digital

Plataforma Super Resolution, que integra espaços físicos e digitais, será apresentada pela primeira vez no Brasil no Futurecom 2018. Um dos usuários da solução é o OCBC Bank, de Cingapura. A plataforma permite o reconhecimento instantâneo das pessoas à medida que se aproximem da agência.

BT Brasil defende clientes de mais de 125 mil ataques cibernéticos/mês

De acordo com o diretor geral da operadora no Brasil, Alex Inglês, em 12 meses, a companhia ‘defendeu’ cerca de 18 mil ataques DDoS de larga escala, alguns chegando a 650 gibabits. Complexidade tributária afasta investimentos em rede no Brasil, afirma ainda o executivo.

EUA voltam a acusar China de espionagem cibernética

Agência de Segurança Nacional alega que os chineses violam acordo para restringir esse tipo de ‘ataque’ firmado em 2015.

No Brasil, 20% das PMEs quebram após ataque hackers

Levantamento feito com 285 empresas mostra que boa parte pagou resgate para ter dados recuperados após ataque hacker. O pagamento é feito, em média, de 0,3 a 0,4 do valor de um bitcoin (R$ 9,6 mil). Entre as PMEs pesquisadas, seis de cada 10 admitiram ter sido contaminadas por malware.

Brasileiro desconfia que Lei de Proteção de Dados não vai 'pegar'

Pesquisa mostra que 58% não estão confiantes de que a legislação trará os avanços necessários para a proteção dos dados. Maioria se mostrou bastante preocupada com ataques hackers e de vírus cibernéticos.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G