Home - Convergência Digital

4G reina, mas 2G tem vida longa no negócio M2M

Convergência Digital - Carreira
Da redação - 22/08/2016

Ao longo dos próximos cinco anos, os serviços ‘máquina-a-máquina’ vão crescer a taxas anuais de 13,3% até chegarem ao total global de US$ 67 bilhões (mais de R$ 200 bilhões em valores de 2016). 

Em 2012, prevê a Ovum, os acessos 2G e 4G estarão paritários no M2M – cerca de 212 milhões cada, enquanto 172 milhões serão conexões 3G. “Mas nesse momento 2G e 3G estarão estabilizando, enquanto o LTE estará em franca ascensão”, diz a consultoria. 

Mas as outras tecnologias não vão desaparecer. “Conexões máquina-a-máquina precisam se manter ativas por muitos anos e não há transição para novas interfaces. Consequentemente, 2G, especificamente GSM, vai persistir por muito tempo no M2M”. 

“Grandes operadoras com negócios estabelecidos em M2M não vão buscar substituição do 2G antes de 2020 – e para algumas isso não vai acontecer antes de 2025”, diz o relatório, que também aponta para uma sobrevivência esperada do 2G também por conta do custo: é a tecnologia mais acessível em preço e disponível em cobertura. 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

06/12/2017
Vivo ativa VoLTE em Brasília

24/11/2017
Atenta à Internet das coisas, Anatel quer mudar certificação de equipamentos

07/06/2017
Cobertura ainda é restrita e 4G só está disponível 55% do tempo no Brasil

21/02/2017
Novos chips para celular prometem conexões acima de 1Gbps

07/12/2016
4G avança mais rápido na AL que no resto do mundo, com destaque para o Brasil

06/12/2016
M2M perde 1,3 milhão de chips ativos no Brasil em 12 meses

03/11/2016
Para a Anatel, nono dígito em todo o Brasil incentiva mercado M2M

27/09/2016
Quatro empresas monopolizam mercado de chips M2M

19/09/2016
Sai autorização da Anatel para governo de Minas Gerais entrar na Vodafone

31/08/2016
Mercado brasileiro de M2M deve crescer 13,5% ao ano até 2021

Destaques
Destaques

Migração total do 2G exige smartphones mais baratos

Para o Sinditelebrasil, preço dos aparelhos é barreira para os 36 milhões de usuários que ainda têm acessos GSM. Acessos 4G superaram os 3G em outubro.

5G terá 1 bilhão de assinantes em 2023

Estudo da Ericsson projeta um tráfego global de dados móveis acima de 100 Exabytes por mês dentro de seis anos. O 4G, LTE, será a tecnologia móvel dominante até o final deste ano.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Teles Tradicionais X Especializadas: o dilema para a IoT

Por Fábio Trindade

M2M e a Internet das Coisas são elementos centrais no debate das novas tecnologias que formarão o futuro em torno da 5G e continuarão em crescimento vertiginoso.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site