TELECOM

Para Oi, banda larga não pode ser um ônus para o fim das concessões

Luis Osvaldo Grossmann e Pedro Costa ... 20/09/2016 ... Convergência Digital

A nova política pública de telecomunicações, com prioridade para a banda larga, vai depender do tamanho do ajuste pelo fim das concessões de telefonia, sustenta o diretor de assuntos regulatórios da Oi, Carlos Eduardo Medeiros. Ao participar da 16ª Rio Wireless, organizada pela Network Eventos, nos dias 13 e 14 de setembro, o executivo defendeu diretrizes ‘economicamente e operacionalmente’ viáveis na revisão do modelo. 

“A banda larga seria uma política pública necessária para o Brasil, desde que ela seja economicamente e operacionalmente viável – o economicamente está mais ligado à discussão do saldo que vai ser definido com relação à saída da concessão, tem que ser atraente, que incentive a mudança, e não um ônus para sair da concessão”, afirmou. 

Segundo Carlos Eduardo Medeiros, a política pública voltada para a banda larga também deve prever os instrumentos de financiamento de ampliação das redes. “No futuro, uso dos fundos setoriais para suportar a expansão, ligada à questão da demanda, que tem que romper a barreira financeira quanto de proficiência do uso da banda larga.”

Para o diretor da Oi, o serviço de voz fixa está universalizado no Brasil, com penetração de 21%, superior a média mundial. Também acima da média mundial é a penetração de celulares, 123%. O fim da concessão, portanto, seria um passo natural nesse estágio. Para Medeiros, essa mudança deve se dar em duas etapas: “desoneração das obrigações, assegurando sustentabilidade financeira, e aí sim a migração do modelo para um regime privado, em autorização. Assistam.


Internet Móvel 3G 4G
Mercado de IoT projeta movimentar US$ 8 bilhões no Brasil em 2018

Embora conte com políticas públcias específicas e já conte com projetos bem sucedidos, o setor de IoT ainda enfrenta desafios para avançar no Brasil, incluindo formação profissional e o estabelecimento de um ecossistema local.

Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Atualização automática antecipa horário de verão para usuários da TIM

Falha atingiu usuários de diversas cidades. Operadora diz que o problema aconteceu em alguns modelos de smartphones. Horário de verão foi adiado para o dia 18 de novembro. No ano passado, o início foi no dia 15 de outubro.

Brasil realizou 45,6 milhões de trocas de operadora em uma década

No 3º trimestre, a ABRTelecom apurou que 1,69 milhão de trocas de operadoras foram concluídas. Nesses três meses, 344,71 mil (20%) migrações foram feitas por usuários de terminais fixos e 1,34 milhão (80%) demandadas por titulares de telefones móveis.

Telefonia fixa: Mais de 1.8 milhão de linhas desativas em 12 meses

Acessos desativados atingem base de autorizadas e concessionárias. Oi ainda detém 56,63% do total de acessos das concessionárias.

MPF diz ao STJ que competência para definir valor de interconexão é da Justiça Federal

Parecer do Ministério Público diz que definição do valor pela Justiça Estadual em ação de recuperação judicial da Hoje Telecom, de Manaus, usurpa competência e gera ambiguidade na interpretação por parte das operadoras de telefonia.



Painel Telebrasil 2017 - Cobertura Especial ConvergênciaDigital


Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do Painel Telebrasil 2017

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G