INTERNET

Hackers usam WhatsApp e infectam mais de oito milhões de brasileiros

Convergência Digital ... 26/09/2016 ... Convergência Digital

Uma pretensa participação em pesquisa do consumidor via WhatsApp tem levado muitos usuários de smartphones a ter seu equipamento invadido por cybercriminosos em todo o Brasil. De acordo com dados da PSafe, empresa brasileira de segurança, o mais novo golpe na praça tem utilizado a marca do varejista Carrefour e impactou mais de oito milhões de pessoas em todo o país.

Segundo especialistas da companhia, uma mensagem solicita a participação em uma pesquisa e oferece a chance ao participante de receber um vale-compra no valor de R$500,00 da loja. Ao clicar no link, no entanto, o usuário acessa uma página maliciosa, resultando na invasão de seu smartphone.

Especialistas em segurança da PSafe explicam que este tipo de golpe tem sido cada vez mais frequente por não requerer alto nível de conhecimento técnico por parte dos hackers e ter alta disseminação, já que muitas pessoas têm o hábito de divulgar promoções para seus conhecidos sem checar se é verídica ou não. Além disso, os hackers aproveitam-se da popularidade de grandes marcas para atrair um maior número de vítimas.

Este golpe específico é dividido em quatro etapas:

1) O primeiro passo é a disseminação da falsa promoção entre grupos e contatos de WhatsApp, com um link que redireciona o usuário para uma página com informações falsas do Carrefour;

2)Em seguida, a vítima é convidada a responder quatro perguntas, como “Você é um cliente habitual?”, “Você já resgatou cupons de desconto no Carrefour?”, entre outras:

3)O usuário é induzido a compartilhar a falsa pesquisa com 10 amigos via WhatsApp, com a promessa de receber um voucher de R$ 500 para compras na loja;

4)Na quarta e última etapa, a vítima é direcionada para o preenchimento de um cadastro. Ao compartilhar, preencher os dados e divulgar as informações pessoais, pode ter seus dados expostos, ser cadastrado em serviços de SMS pago, baixar um aplicativo malicioso e ter prejuízo financeiro.

De acordo com a empresa, quando a promoção não for anunciada nos canais oficiais da marca ou redirecionar o usuário para outras páginas, desconfie. Se mesmo assim quiser participar, certifique-se de que a promoção é real, ao entrar em contato diretamente com a empresa. Nunca disponibilize dados pessoais ou propague links antes de fazer esta checagem.

Caso o usuário ainda não tenha um antivírus instalado no celular e tenha caído no golpe, deve desinstalar o app malicioso, baixar um antivírus e fazer uma varredura. Caso tenha sido cadastrado em algum programa pago de SMS, deve entrar em contato com a operadora e solicitar o cancelamento do falso serviço.



 






 




Black Friday dá gás às vendas, mas fica longe do desempenho de 2016

Segundo levantamento da Ebit, vendas online cresceram 10,3%, contra alta de 17% em 2016. Nas lojas físicas, alta foi de 4,9%, conforme a Serasa, enquanto chegou a 11% no ano passado. 

Em Goiás, homem é condenado à prisão por compartilhar fotos no You Tube e no WhatsApp

Pena, no entanto, foi revertida para a prestaçaõ de serviços à comunidade. Homem divulgou fotos da ex-namorada em listas nas redes sociais por vingança.

'Vingança pornográfica" vai dar cadeia de dois a quatro anos

Avançou na CCJ do Senado o PL 18/2017, que adota punição mais rigorosa para o registro ou divulgação, não autorizada, de cenas de intimidade sexual de uma pessoal. PL seguiu em regime de urgência para o Plenário do Senado.

Consumidores ignoram termos de privacidade de dados no Brasil

E o consentimento tem sido a base legal para o processamento das informações, observou o sócio sênior da Accenture, José Moscati.

FCC apresenta proposta que acaba com neutralidade de rede nos EUA

O presidente da agência reguladora americana, Ajit Pai, disse que “sob a minha proposta, o governo federal vai parar de microgerenciar a internet”. 

Revista Abranet 22 . set/nov 2017
Veja a Revista Abranet nº 22 Reforma trabalhista: impactos para os ISPs. Conheça o novo cenário e saiba o que muda para as empresas de Internet. E mais: Os robôs chegaram pra valer; A incerteza dos 450 MHz; TIC Educação: o papel dos provedores.
Clique aqui para ver outras edições

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet - Abranet

Empresas da Internet pedem mais segurança jurídica

“O Marco Civil da Internet trouxe base sólida para criar parâmetros para se ter lei mínima para a Internet seguir avançando, mas, infelizmente, vemos varias iniciativas tentando modifica-lo", afirmou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet

  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G