GOVERNO » Política Industrial

Brasília espera R$ 1,6 bilhão de investimentos privados no Parque Tecnológico

Luís Osvaldo Grossmann e Luiz Queiroz ... 04/10/2016 ... Convergência Digital

O governo do Distrito Federal promete abrir em fevereiro de 2017 o fundo de investimentos para o parque tecnológico esperado pela capital há quase duas décadas. Agora batizado de Biotic e alicerçado em um acordo com a Embrapa, o parque será gerido por um fundo de R$ 3 bilhões – dos quais se espera que R$ 1,6 bilhão venham de investidores privados. 

“Nossa expectativa é que a partir de fevereiro do ano que vem os interessados em investir já possam adquirir cotas do fundo e as empresas interessadas em se instalar no parque possam assinar seus contratos”, disse o presidente da Agência de Desenvolvimento do DF, Terracap, Júlio César Reis.

A Terracap é a titular do terreno onde podem ser instaladas 1,2 mil empresas de tecnologias da informação e comunicações – e que constitui a fatia de recursos públicos no empreendimento, orçada em R$ 1,4 bi. No momento, os bancos Fator, do Brasil e de Brasília disputam para ficar com a administração do fundo. Segundo Reis, leva quem oferecer a menor taxa de administração.

O governo de Brasília aproveitou a realização do Congresso Mundial de TI (WCIT 2016) na cidade para assinar uma parceria com a Embrapa, que deve instalar do Biotic uma empresa de software aplicados à tecnologia. O próprio governador Rodrigo Rollemberg foi ao evento incitar empresários estrangeiros a apostarem no parque tecnológico. “Queremos empresas de Brasília, do Brasil e do mundo”, afirmou. 

O presidente da Terracap argumenta que o fundo majoritariamente privado garante estabilidade ao projeto, independentemente dos humores políticos. “A criação de um fundo de investimentos privado garante que o investidor tenha segurança em seu investimento. O parque tecnológico não é necessariamente um projeto de governo. É um projeto onde o governo aporta no fundo o lote, o terreno sobre o qual será construído o parque, e o fundo privado faz a gestão e a construção do parque.” Assistam a entrevista com o presidente da Terracap, Júlio César Reis.


Receita desestimula a inovação e o empreendedorismo

Movimento de articulação do ecossistema empreendedor, o Dínamo lançou um manifesto para contestar a regulação da tributação dos rendimentos decorrentes dos contratos de participação de investimento-anjo.

Governo simplifica vida do cidadão e dispensa reconhecimento de firma

Decreto do governo desobriga ao cidadão de reconhecer firma de documento já existente em base de dados. Burocracia será substituída por uma 'Carta de Serviços'. Nova norma foi publicada no Diário Oficial da União.

BNDES tem novo modelo de financiamento em infraestrutura

No lugar dos empréstimos-ponte, banco vai adotar “empréstimos sindicalizados”, ou seja, concedidos por um conjunto de bancos. Instituição torce para o interesse de bancos estrangeiros nesses negócios.

GovData marca início da gestão centralizada da TI no governo

Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicações vai subsidiar e intermediar o acesso às informações guardadas por Serpro e Dataprev, em modelo de assinatura anual à plataforma. O ministério de Desenvolvimento Social e Agrário fez um piloto e o tempo de análise de dados, que era de 40 dias, caiu para um dia.

Governo terá plataforma única para cruzamento de dados no Poder Executivo

Planejamento chegou a proibir os órgãos federais de contratarem soluções de Big Data e Analytics para evitar dispersões.



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G