GOVERNO

PPPs não são caminho rápido para governos e empresas

Roberta Prescott e Pedro Costa ... 11/10/2016 ... Convergência Digital

As parcerias público-privadas (PPPs) têm mostrado úteis, mas seus resultados positivos não devem ser esperados em um prazo curto de tempo, como deixou claro Atter Ezzat Hannoura, dretor de PPP da unidade central do Ministério de Finanças do Egito durante painel realizado no WCIT 2016, evento realizado de 03 a 05 de outubro, em Brasília.

“PPPs nunca podem ser usadas como um caminho rápido. É preciso pensar em prazo de 18 meses ou mais”, destacou. A falta de capacidade dos governos para fazer o gerenciamento de contratos também foi abordada por Hannoura.

“Os governos são bons gestores de projetos, mas não de contratos e precisam melhorar isto e pensar as PPPs como uma parceria”, disse, sugerindo a contratação de pessoas do mercado para ajudar a fazer a transição.  

Entre os exemplos de parceria, Jayesh Ranjan, secretario de governo de Telanagana, da Índia, citou o desenvolvimento da infraestrutura para o mundo digital, acesso à banda larga e o provimento da conectividade. “Também devemos usar a tecnologia para resolver problemas de setores como o agrícola.Assistam a íntegra do debate sobre o efeito das PPPs no mundo digital.


3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018 - Cobertura Especial Convergência Digital
Brasscom lança manifesto para construir um Brasil Digital e Conectado

Entidade quer a colaboração da sociedade e de entidades de TI ou não para entregar um documento aos presidenciáveis. "Tecnologia precisa ser prioridade nacional", diz o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.


Veja a cobertura da 3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018

Diretor da Dataprev que propôs demitir mil funcionários pede exoneração

Desafeto político do presidente da estatal, Leandro Magalhães, Júlio César de Araújo Nogueira foi imposto para a diretoria da empresa pelo ex-ministro do Planejamento, Dyogo Henrique de Oliveira, que, agora, segue para a presidência do BNDES.

Câmara aprova urgência para votar a reoneração da folha de pagamento

Empresas de TI e de Call center podem ter de voltar a contribuir com alíquota de 20% , após 90 dias da publicação da nova legislação.

Decreto cria estrutura multissetorial para cuidar da transformação digital

A tradicional SEPIN, secretaria de Políticas de Informática, deixa de existir e se transforma na SEPOD, secretaria de políticas digitais, com Thiago Camargo Lopes à frente. Como política de Estado,  cobrança de resultados acontecerá em diversas pastas.

Estratégia Digital reúne antigas demandas e programas repaginados

Escolas conectadas, incentivos a isenções de ICMS, uso do Fust, apoio a startups, estímulo a exportações e até um novo Proinfo fazem parte das ações estratégicas que estimulem a economia digital no Brasil.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G