INTERNET

Fim do contrato com EUA impôs uma revisão de modelo à ICANN

Roberta Prescott ... 07/10/2016 ... Convergência Digital

Desde 1º de outubro, os Estados Unidos não estão mais à frente da supervisão das funções da Autoridade para Atribuição de Números da Internet (IANA, na sigla em inglês para Internet Assigned Numbers Authority), uma vez que encerrou o contrato da Administração Nacional das Telecomunicações e a Informação (NTIA), que pertence ao Departamento de Comércio dos Estados Unidos.

Em entrevista em vídeo para o CDTV, Rodrigo de la Parra, vice-presidente para América Latina da ICANN, explicou que a transição ocorreu sem problemas. A ICANN, conforme Parra explicou em painel sobre governança da internet no Congresso Internacional de Tecnologia da Informação (WCIT 2016), que ocorreu em Brasília nesta semana, está contente com a mudança que era bastante esperada.

A ICANN surgiu em 1998 como uma iniciativa dos EUA para privatizar funções críticas do funcionamento da Internet a uma organização multissetorial. “Nunca houve de fato alguma ingerência dos EUA no dia a dia das operações daICANN. Mas, com muita razão, muitos governos diziam que, apesar de a ICANN  ser multistakeholder, ela tinha um problema [contrato com os EUA]”, disse. Com o término do contrato a prestação de contas da ICANN também foi reorganizada e a entidade passou a reportar para todos os organismos envolvidos, a nível global. Confira detalhes na entrevista.


Recife, Vitória e Belém também ganham domínios .br exclusivos

Os domínios "vix.br", “belem.br” e “recife.br” estarão disponíveis no sítio do Registro.br ao longo dos próximos dias.

Porto Alegre, João Pessoa e Florianópolis terão domínio exclusivo no .br

Domínios “jampa.br”, “floripa.br” e “poa.br” são os primeiros para cidades do país e estarão disponíveis a partir dos dias 8, 12 e 14/6, respectivamente. 

Internet das Coisas não acontecerá apenas na rede das telefonia móvel

Essa é visão da América Móvil que criou uma diretoria de negócios para tratar dos objetos conectados, de big data e analytics, de acordo com o diretor da empresa, José Roberto Serinini.

Brasil salta para 9° do mundo em adoção de IPv6

Segundo relatório da Akamai, país praticamente dobrou a proporção de tráfego com o novo protocolo IP.

Com média de 6,8 Mbps, Brasil é 79º em velocidade da internet

País avançou oito posições desde o fim de 2016, 16 delas em um ano, no ranking elaborado pela Akamai. Média mundial é 7,2 Mbps. A maior parte das conexões é de 4 Mbps. Apenas 5,8% são acima de 15 Mbps.

Revista Abranet 20 . março/maio 2017
Veja a Revista Abranet nº 20 Mudança na cobrança via boleto pode onerar empresas. Recomendação é negociar com bancos e procurar alternativas; Mudanças no ISS ampliam a incidência do imposto;
e muito mais...
Clique aqui para ver outras edições

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet - Abranet

Empresas da Internet pedem mais segurança jurídica

“O Marco Civil da Internet trouxe base sólida para criar parâmetros para se ter lei mínima para a Internet seguir avançando, mas, infelizmente, vemos varias iniciativas tentando modifica-lo", afirmou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet

  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G