GOVERNO

Aprender usar os Dados Abertos é lição de casa para os Governos

Luís Osvaldo Grossmann e Pedro Costa ... 07/10/2016 ... Convergência Digital

Políticas de dados abertos são benéficas e os países que experimentarem vão se dar conta disso rapidamente, acredita o secretário geral da Aliança Mundial de TI e Serviços, WITSA, James Poisant. Coletar dados faz parte da rotina natural dos governos. Aprender a usá-los – e a deixar que sejam usados – tem impacto direto na eficiência. 

“A primeira decisão é sobre abrir os dados ou mantê-los fechados. Alguns dados podem ser preservados, como informações financeiras, por exemplo. Mas outros podem ser usados. É uma grande tendência, está começando e aos poucos amadurecendo. Países que estão mais atrasados podem usar outros países como exemplo e dar saltos adiante. Não vai demorar para que eles entrem na onda, porque vão perceber os benefícios imediatamente”, afirmou ao participar do Congresso Mundial de TI, o WCIT 2016. 

“Governos coletam dados, e fazem isso desde sempre. Por exemplo, sobre o sistema de transporte. É possível calcular a distancia, direção, consumo, horário. Mas também é possível combinar com outros dados, como a quantidade de pessoas que andam de ônibus. É um exemplo do que chamam de Big Data. Isso permite avaliar se o sistema de ônibus está funcionando da forma mais eficiente. É possível multiplicar esses exemplos indefinidamente.”


Cobertura Especial do 2º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2017

Telebras desbanca teles e assume rede da Dataprev por R$ 292 milhões

Estatal assume rede que interliga 1,7 mil agências do INSS e data centers no lugar da Embratel, Telefônica, Oi e British Telecom.



Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do evento

Call centers alegam que aumento no PIS/Cofins cortaria 5% do faturamento

Segmento adere a grita do setor de serviços contra os estudos anunciados pelo Ministério da Fazenda de correção do tributo para compensar perdas de receitas.

Casa Civil tenta padronizar análises de Impacto Regulatório nas agências

Estão em consulta pública até 1 de novembro propostas de diretrizes gerais além de um guia específico para orientar a elaboração das AIR pela Anatel e os demais órgãos reguladores. 

Serpro/ITI iniciam atualização dos certificados SSL dos sites do Governo

Instituto Nacional de Tecnologia da Informação informa que serão emitidos certificados digitais na cadeia v2 pela ACSerpro para encerrar as menasgens 'esta conexão não é confiável' nos sites do governo federal. Entidade, no entanto, não divulgou um cronograma de atualização.

Dataprev se candidata a ser fornecedora de serviços digitais para Governo

Estatal já tem funcionando o Cidadão BR, com autenticações de 2,5 milhões de pessoas e oferta de serviços como busca de empregos e aplicações do INSS. Neste momento, governo faz uma consulta pública para a compra de plataforma na nuvem para oferta digital ao cidadão.


Acompanhe a Cobertura Especial do WCIT 2016

Fim da gestão do Governo dos EUA abre nova era para a Internet

Desde 1º de outubro, as funções técnicas da internet – nomes, números e protocolos – não envolvem mais um contrato da ICANN com o governo americano. “O Brasil influenciou nessa transição”, diz o secretário-executivo do CGI.br, Hartmut Glaser. 


Acompanhe a Cobertura Especial do WCIT 2016

  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G