GOVERNO

Brasil precisa de agenda digital sólida para crescer em tecnologia

Roberta Prescott ... 11/10/2016 ... Convergência Digital

Ter uma agenda digital sólida, desenhada de forma participativa, que tenha iniciativas claramente definidas e conte com os recursos financeiros é um pilar fundamental para o País que quiser desenvolver o setor de tecnologia da informação e comunicação, segundo explicou Miguel A. Porrúa, especialista-líder em e-government do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em entrevista em vídeo ao CDTV, durante o congresso mundial WCIT 2016, realizado na semana passada em Brasília (confira cobertura completa). 

Porrúa também destacou a necessidade de se fomentar a cultura do empreendimento, transmitindo às pessoas jovens que criar negócios é positivo, e criar um ecossistema que gera a demanda, como, por exemplo, assegurando que o custo de conexão à internet tenha a preços acessíveis à população.

O especialista reforçou, assim como disse Soumitra Dutta, reitor da Escola de Pós-Graduação Samuel Curtis Johnson na Universidade de Cornell (EUA), que o Brasil tem de possuir uma marca ligada à tecnologia e ser visto como potência no setor. Como exemplo, Porrúa  citou os exemplos do Uruguai, Colômbia e Israel. “Tem de conectar a agenda TIC com a agenda do País, com as prioridades do governo”, salientou. Assistam.


3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018 - Cobertura Especial Convergência Digital
Brasscom lança manifesto para construir um Brasil Digital e Conectado

Entidade quer a colaboração da sociedade e de entidades de TI ou não para entregar um documento aos presidenciáveis. "Tecnologia precisa ser prioridade nacional", diz o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.


Veja a cobertura da 3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018

Diretor da Dataprev que propôs demitir mil funcionários pede exoneração

Desafeto político do presidente da estatal, Leandro Magalhães, Júlio César de Araújo Nogueira foi imposto para a diretoria da empresa pelo ex-ministro do Planejamento, Dyogo Henrique de Oliveira, que, agora, segue para a presidência do BNDES.

Câmara aprova urgência para votar a reoneração da folha de pagamento

Empresas de TI e de Call center podem ter de voltar a contribuir com alíquota de 20% , após 90 dias da publicação da nova legislação.

Decreto cria estrutura multissetorial para cuidar da transformação digital

A tradicional SEPIN, secretaria de Políticas de Informática, deixa de existir e se transforma na SEPOD, secretaria de políticas digitais, com Thiago Camargo Lopes à frente. Como política de Estado,  cobrança de resultados acontecerá em diversas pastas.

Estratégia Digital reúne antigas demandas e programas repaginados

Escolas conectadas, incentivos a isenções de ICMS, uso do Fust, apoio a startups, estímulo a exportações e até um novo Proinfo fazem parte das ações estratégicas que estimulem a economia digital no Brasil.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G