GOVERNO

Brasil precisa de agenda digital sólida para crescer em tecnologia

Roberta Prescott ... 11/10/2016 ... Convergência Digital

Ter uma agenda digital sólida, desenhada de forma participativa, que tenha iniciativas claramente definidas e conte com os recursos financeiros é um pilar fundamental para o País que quiser desenvolver o setor de tecnologia da informação e comunicação, segundo explicou Miguel A. Porrúa, especialista-líder em e-government do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em entrevista em vídeo ao CDTV, durante o congresso mundial WCIT 2016, realizado na semana passada em Brasília (confira cobertura completa). 

Porrúa também destacou a necessidade de se fomentar a cultura do empreendimento, transmitindo às pessoas jovens que criar negócios é positivo, e criar um ecossistema que gera a demanda, como, por exemplo, assegurando que o custo de conexão à internet tenha a preços acessíveis à população.

O especialista reforçou, assim como disse Soumitra Dutta, reitor da Escola de Pós-Graduação Samuel Curtis Johnson na Universidade de Cornell (EUA), que o Brasil tem de possuir uma marca ligada à tecnologia e ser visto como potência no setor. Como exemplo, Porrúa  citou os exemplos do Uruguai, Colômbia e Israel. “Tem de conectar a agenda TIC com a agenda do País, com as prioridades do governo”, salientou. Assistam.


Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Vinte e dois anos depois, governo tenta, mais uma vez, criar uma identidade nacional

Mais um Grupo de Trabalho foi montado para fazer o projeto sair do papel. Objetivo é criar uma base digital que unifique documentos diversos como Registro Geral (RG), Cadastro de Pessoa Física (CPF), Carteira Nacional de Habilitação (CNH), Carteira de Trabalho, Título de Eleitor e Certificado de Reservista.

MCTIC quer destravar acordo Telebras/Viasat por banda larga em 100 dias

Em entrevista ao portal do Palácio do Planalto, o ministro Marcos Pontes ambém falou sobre levar robótica para as salas de aula.

Caio Mario de Andrade é o novo presidente do Serpro

Perfil escolhido para a estatal é de um empreendedor da Internet. Vice-presidência ficará com um servidor de carreira, Wilson Biancardi Coury, que estava cedido à Rede Nacional de Pesquisa.

MCTIC quer modelo privado para o financiamento à inovação

“Temos a Finep, mas precisamos de um modelo de parceria com o setor privado”, afirma o novo ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G