Home - Convergência Digital

Oi nega venda imediata de ativos no Brasil

Convergência Digital
Luis Osvaldo Grossmann e Ana Paula Lobo - 19/10/2016

Em negociações com os credores para o pagamento dos mais de R$ 65 bilhões em dívidas, a Oi garante que neste momento não está interessada em vender ativos no Brasil. Pode fazer isso com as operações de telefonia móvel que tem em quatro países da África e no Timor Leste, a depender do preço, mas não por aqui – ao menos por enquanto. 

“A gente não tem nenhuma negociação de venda de ativos no Brasil. Não acredito em venda de ativos neste momento. A única conversa que existe é de ativos fora do Brasil, na África e no Timor. Não acredito na Oi vendendo ativos dentro do Brasil. Um ativo no exterior pode ser”, afirma o presidente da empresa, Marco Schroeder. 

Ele reconheceu que os ativos em Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Namíbia e Angola, além do Timor, não são estratégicos e podem gerar caixa. “São operações importantes, até com liderança de mercado”, afirmou. Mas também indicou que se não quer se desfazer de nada no Brasil por enquanto, isso não é definitivo. 

Para Schroeder, as negociações com os credores estão caminhando bem e podem ser feitos ajustes “pequenos” no plano apresentado no início de setembro. “Uma das preocupações que a gente tem é não vai abrir mão é da capacidade da empresa continuar fazendo os investimentos. Não vamos aceitar nenhum compromisso que tire recursos no curto prazo, que não permita fazer investimentos para atender demandas regulatórias e de mercado.”

Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, o presidente da Oi, Marco Schroeder, também falou sobre a expectativa da aprovação do PL 3453/15. Assistam.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

12/01/2018
Recuperação Judicial: Anatel aprova nomes indicados pela Assembleia de credores da Oi

08/01/2018
Justiça homologa a recuperação judicial da Oi e rejeita pedido de nova assembleia

20/12/2017
Plano da Oi prevê investimentos abaixo do necessário, diz Anatel

20/12/2017
Anatel mantém briga judicial contra plano de recuperação da Oi

20/12/2017
Voto contra da Anatel e do governo coroa ano e meio de desencontros sobre a Oi

20/12/2017
Credores viram acionistas e asseguram um aporte de R$ 4 bilhões na Oi

20/12/2017
Às 2h21 minutos do dia 20 de dezembro, plano de recuperação judicial da Oi foi aprovado

20/12/2017
Posição da AGU azeda a relação da Oi com Anatel

20/12/2017
Consolidação do plano de recuperação judicial da Oi é aprovada pelos credores

19/12/2017
"Às 11:30h vamos votar para o bem ou para o mal", diz Arnoldo Wald


TV Digital: Kassab prefere ‘desligar’ todo o estado de SP de uma única vez

Ideia é adiar o ‘apagão’ analógico na capital, que seria em março, para a mesma data do interior, em setembro. “O que vai ser avaliado é se não vale a pena atender o estado inteiro, sem separar a capital”, afirmou o ministro. 


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site