OPINIÃO

Produzimos mais dados do que a capacidade de armazená-los

Por Thiago Franco*
24/10/2016 ... Convergência Digital

Será que a demanda digital romperá com os limites físicos dos datacenters em curto prazo? Nos últimos anos, muitos especialistas têm tentado responder a esta pergunta. IoT, Big Data e Cloud são, simultaneamente, o resultado e o motor da transformação digital que vemos hoje em dia e, até o presente momento, a comunidade de profissionais só tem uma certeza: a de que todas estas tendências convergem para a necessidade óbvia de mais capacidade de processamento de dados.

A DatacenterDynamics, organizadora global de eventos direcionados às empresas e profissionais do setor de datacenters, calcula que, para poder processar todos os dados gerados até 2040, fazendo uso da infraestrutura atual, será necessário consumir toda a energia gerada no mundo. No caso do Brasil, a questão ganha uma dimensão maior se levarmos em consideração a polêmica relação entre os datacenters nacionais e o ecossistema de energia elétrica do País.

Diante deste desafio, uma coisa parece ser muito clara: hoje, mais do que nunca, os líderes de TI e de Infraestrutura tecnológica são claramente convocados para participar ativamente do debate global sobre o datacenter do futuro.

Diversos especialistas ao redor do mundo têm se concentrado nessa questão. Jon Summers, Professor Titular do Instituto de Fluídos Térmicos da Universidade de Leeds, na Inglaterra, está entre eles. O reconhecido pesquisador tem dedicado grande parte de seu trabalho em dar uma resposta à questão da demanda digital com os limites físicos dos datacenters.

Para Summers, o debate em torno da ampliação da capacidade de armazenamento dos datacenters passa por questões como o crescente volume de processamento de dados e o consumo de energia. Todos os desenvolvimentos futuros em datacenters, de acordo com o especialista, vão estar relacionados ao consumo de calor e de energia.

Por isso, o pesquisador aponta que é absolutamente fundamental ter um conhecimento adequado de todas as tendências que surgem como respostas para esta questão. Isso se traduz em uma grande vantagem estratégica para os líderes dos datacenters brasileiros, já que eles serão capazes de prever quais são suas necessidades de infraestrutura tecnológica em curto prazo.

Summers e outros 90 especialistas debaterão esta e outras questões relacionadas ao futuro dos datacenters na oitava edição do DCD Converged Brasil, evento que realizaremos em São Paulo nos dias 8 e 9 de novembro, no Centro de Eventos Promagno. Será a oportunidade de inserir os profissionais brasileiros nesta importante discussão global sobre os limites físicos de um datacenter e de como atender à crescente demanda por armazenamento de dados.

*Thiago Franco é gerente de Negócios da DatacenterDynamics para Brasil e Portugal

 
 


Carreira
Reforma trabalhista: Não haverá contrato novo ou velho

“Se não, muitos empresários poderiam dispensar os trabalhadores da ‘lei velha’ e contratar outros com contrato novo, pela ‘lei nova’. Para não haver esse perigo, a lei aplica-se a todos os contratos em vigor no Brasil”, explica o Juiz do Trabalho, Marlos Melek.


Veja a Cobertura Especial do IX Seminário TelComp 2016

Governo precisa atuar como coordenador na remoção às barreiras inúteis em Telecom

Se não é possível ao governo fazer investimentos, que ele funcione como um coordenador e incentive o diálogo com os órgãos que, hoje, dificultam os investimentos em redes, diz o presidente-executivo da TelComp, João Moura. Novo ciclo do PGMC é a última oportunidade para fomentar a inclusão.


Veja a Cobertura Especial do IX Seminário TelComp 2016

  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G