Home - Convergência Digital

Só fabricantes chineses conseguem alta na venda de smartphones

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 29/11/2016

Três fornecedoras chinesas – Huawei, Oppo e BBK – totalizaram, juntas, 21% das vendas de smartphones para usuários finais no mundo no terceiro trimestre de 2016. As empresas foram as únicas fornecedoras desse tipo de dispositivo entre as cinco principais no mundo a aumentarem as vendas e a participação no mercado no período.

A China liderou o crescimento do mercado de Smartphones no terceiro trimestre de 2016, com um aumento de 12,4%. As empresas que exploraram com mais sucesso as oportunidades de vendas foram a Oppo e a BBK, que venderam 81% e 89% de seus aparelhos para a China, respectivamente. As duas companhias também aumentaram seus números na Índia, Indonésia, Malásia, Tailândia e Rússia, diz a consultoria Gartner.

As vendas mundiais de smartphones para usuários finais totalizaram 373 milhões de unidades durante o terceiro trimestre de 2016, um aumento de 5,4% em comparação ao mesmo período em 2015. No entanto, as vendas totais de telefones celulares caíram 1,3%, devido, principalmente, à queda da popularidade de aparelhos normais.

A Samsung teve um bom início de trimestre, mas o problema de incêndio na bateria de Smartphones Galaxy Note 7 levou a uma queda nas vendas da linha de produtos de alta tecnologia Note. A Samsung registrou uma queda nas vendas de Smartphones dede 14,2% no terceiro trimestre de 2016, registrando seu pior desempenho até agora. Anteriormente, a pior performance da Samsung em venda de Smartphones  foi uma queda de 12,3% no quarto trimestre de 2014.

As vendas do iPhone da Apple continuaram a cair no terceiro trimestre de 2016, com um declínio de 6,6%. A empresa detém 11,5% do mercado global de Smartphones, porcentagem que representa sua pior participação desde o primeiro trimestre de 2009. As vendas da Apple caíram 8,5% nos Estados Unidos e 31% na China, dois dos seus maiores mercados.

A Huawei está se beneficiando da queda de vendas da Apple. Durante o terceiro trimestre de 2016 houve uma diferença de menos de 3% na participação de mercado de smartphone entre as duas empresas. Aparelhos altamente competitivos e repletos de recursos permitiram que a companhia mantivesse o índice de vendas nos mercados mundiais, com expansão na Europa e nos Estados Unidos que podem ajudar a Huawei a registrar outro ano de possível crescimento.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

28/06/2017
Smartphone supera computador para acesso de notícias no Brasil

23/06/2017
Uber ganha destaque na tela inicial dos smartphones dos brasileiros

06/06/2017
Venda de celulares cresce 25,4% no 1º tri e receita chega a R$ 13,3 bi

30/05/2017
PROTESTE: Samsung tem melhor custo benefício. iPhone o melhor desempenho

25/05/2017
AT&T quer episódios de Game of Thrones com 20 minutos para celular

23/05/2017
Chineses mostram força no mercado de smartphones

23/05/2017
Índia oferece benefícios fiscais para Apple ampliar produção de iPhones no país

15/05/2017
Nordeste lidera o uso do smartphone para o mcommerce

08/05/2017
Celulares e tablets ficaram com menos de 1% das declarações do Imposto de Renda

24/04/2017
Celulares vão responder por 67% dos gastos mundiais dos usuários finais

Destaques
Destaques

4G dispara e tráfego móvel alcançará 66 Exabytes/mês até 2022

Só no 1º trimestre foram adicionadas 250 milhões de novas assinaturas LTE no mundo.

3G está presente em 5016 municípios do Brasil

Já o 4G está presente em 1925 localidades, revela estudo da Telebrasil. O país soma 227 milhões de acessos à internet - 199,8 milhões móveis e 27.2 milhões fixos.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Inteligência Artificial causa furor e não é hype!

Por Eduardo Prado*

O consultor Eduardo Prado explica o que está motivando o 'boom' atual da IA e quais são os 'drivers' de mercado.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site