SEGURANÇA

Vírus para Android 'Gooligan' rouba um milhão de contas do Google

Da redação ... 02/12/2016 ... Convergência Digital

Uma praga digital para Android já obteve chaves de autorização para acessar mais de um milhão de contas do Google e ainda está comprometendo aproximadamente 13 mil contas por dia, segundo um alerta divulgado pela empresa de segurança Check Point esta semana. A empresa batizou o vírus de "Gooligan", revela reportagem do portal G1.

O código é distribuído principalmente em lojas de aplicativos não oficiais com diversos nomes, como " Wifi Accelerate" e "Html5 Games". Quem baixa aplicativos apenas do Google Play e tem o celular configurado para bloquear instalações de aplicativos de fontes não confiáveis não deve ter sido contaminado com esse vírus.

Os usuários do sistema operacional Android podem ser identificados quando estiverem on-line no Google Talk, através de um pequeno aplicativo disponível no Google Labs Uma praga digital para Android já obteve chaves de autorização para acessar mais de um milhão de contas do Google e ainda está comprometendo aproximadamente 13 mil contas por dia, segundo um alerta divulgado pela empresa de segurança Check Point esta semana. A empresa batizou o vírus de "Gooligan".

O código é distribuído principalmente em lojas de aplicativos não oficiais com diversos nomes, como " Wifi Accelerate" e "Html5 Games". Quem baixa aplicativos apenas do Google Play e tem o celular configurado para bloquear instalações de aplicativos de fontes não confiáveis não deve ter sido contaminado com esse vírus.

O Google afirmou que já está comunicando os usuários que tiveram suas contas acessadas indevidamente pelo vírus. Segundo Adrian Ludwig, diretor de segurança do Android no Google, não há evidências de que dados dos usuários tenham sido acessados. Ludwig também explicou, em uma postagem no Google+, que o Gooligan faz parte de uma campanha de ataques conhecida como "Ghost Push" que envolveu mais de 40 mil apps falsos em 2015.

Segundo a empresa de segurança Check Point, alguns modelos de celular podem não ter recebido as atualizações que corrigem as falhas exploradas pelo vírus. Aparelhos que possuem o Android 6 ("Marshmallow") estão imunes. O vírus usa o poder de root para alterar o serviço do Google no celular. Com isso, ele captura a chave (token) de autenticação, que dá acesso à conta do Google. O vírus também instala programas publicitários e aplicativos de terceiros no Google Play. Depois de fazer isso, a praga ainda deixa análises positivas falsas nos aplicativos "patrocinadores".

Segundo ainda a Check Point, 57% das vítimas do Gooligan estão localizadas na Ásia. Outras 19% residem na América, enquanto 15% estão na África e 9% na Europa.

Fonte: portal G1


Soluções de Segurança para a Sociedade
Não delegue a segurança cibernética apenas para a TI

Para mitigar os riscos com ataques hackers, toda a corporação precisa se unir, adverte Jun Goto, vice-presidente Sênior da NEC Corporation.

STF autoriza extradição de hacker que teria fraudado US$ 4,85 milhões nos EUA

Tribunal deferiu pedido do governo dos Estados Unidos para extraditar Michael Knighten, que seria integrante de um grupo de criminosos cibernéticos autodenominado Techie Group.

GhostCtrl: o malware que transforma o celular em espião

Segunda versão do GhostCtrl pode bloquear a tela do dispositivo, redefinir sua senha e também rotear o aparelho infectado.

Em dois anos, ransomware levou R$ 80 milhões

Estudo apresentado nesta terça,25/7, em duas universidades dos Estados Unidos, além da Google, investigou 34 famílias de vírus desde o início de 2016. 

Segurança da Informação: prevenir não basta mais às corporações

Empresas estão preferindo investir em métodos de detecção e repostas, mas isso exige mudança de processos e pessoas.



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G