Home - Convergência Digital

M2M perde 1,3 milhão de chips ativos no Brasil em 12 meses

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo* - 06/12/2016

Em 12 meses, o mercado de máquina a máquina - considerado de grande potencial - perdeu 1,329 milhão de chips ativos no Brasil, revelam dados divulgados pela Anatel. De acordo com a agência reguladora, em outubro de 2015 eram 8.689.800 milhões de chips ativos. Em outubro deste ano, esse montante caiu para 7.310.207 milhões, e o segmento responde por pouco mais de 2% do mercado de chips ativos.

A desoneração fiscal do governo - concedida ainda na gestão de Dilma Rousseff - não beneficiou as máquinas de contato humano, como as máquinas operadoras em restaurantes e shoppings centers. E se mantém muito longe da previsão de 20 milhões de chips ativos para M2M até 2020.

O mercado interessado em atuar no M2M brasileiro reclama do alto custo dos tributos e da decisão do governo, por meioi da Anatel, de não permitir o roaming permanente por entender que ele pode provocar o desbalanceamento na competição, pois acabaria sendo criada uma operadora de telecomunicações em escala global, que não pagaria os impostos das empresas locais.

O segmento de rastreador veicular - o principal para M2M e que poderia impulsionar os negócios no Brasil - representa apenas 4% no mercado, ou cerca de 3,2 milhões de SIMCards,nos Estados Unidos, hoje, cerca de 96% dos carros saem das fábricas já com chips, revelou o diretor do grupo Datora/ Vodafone, Thomas Fuchs, durante o IX Seminário TelComp, realizado em novembro, em São Paulo.

*Com informações da Anatel

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

24/11/2017
Atenta à Internet das coisas, Anatel quer mudar certificação de equipamentos

06/12/2016
M2M perde 1,3 milhão de chips ativos no Brasil em 12 meses

03/11/2016
Para a Anatel, nono dígito em todo o Brasil incentiva mercado M2M

27/09/2016
Quatro empresas monopolizam mercado de chips M2M

19/09/2016
Sai autorização da Anatel para governo de Minas Gerais entrar na Vodafone

31/08/2016
Mercado brasileiro de M2M deve crescer 13,5% ao ano até 2021

22/08/2016
4G reina, mas 2G tem vida longa no negócio M2M

15/07/2016
M2M: base de chips desonerados cresce pouco mais de 5% de janeiro a maio

26/04/2016
Google, Ford, Volvo, Uber e Lyft se unem por carro sem motorista

26/11/2015
M2M: Teles pedem benefício fiscal também para as máquinas POS

Destaques
Destaques

Teles projetam 100 milhões de 4G até o fim de 2017

Em outubro, a conta é de que já existiam 95 milhões de acessos em 4G, contra 92 milhões de 3G. Expectativa é de que o LTE represente 80% dos acessos em 2018.

Migração total do 2G exige smartphones mais baratos

Para o Sinditelebrasil, preço dos aparelhos é barreira para os 36 milhões de usuários que ainda têm acessos GSM. Acessos 4G superaram os 3G em outubro.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Teles Tradicionais X Especializadas: o dilema para a IoT

Por Fábio Trindade

M2M e a Internet das Coisas são elementos centrais no debate das novas tecnologias que formarão o futuro em torno da 5G e continuarão em crescimento vertiginoso.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site