INOVAÇÃO

Oi e Nokia convocam startups para laboratório de Internet das Coisas

Pedro Costa e Ana Paula Lobo ... 08/12/2016 ... Convergência Digital

A Oi e a Nokia, que ativaram um laboratório de Internet das Coisas, referência na América Latina, na zona sul do Rio de Janeiro, estão abrindo as portas para desenvolvedores de software, aplicativos e serviços. "Estamos dando a chance para simular as ideias num ambiente de vida real", sustentou o Diretor Tecnologia e Plataformas de Serviços) da Oi, Mauro Fukuda.

A operadora realizou nesta quinta-feira, 08/12, um workshop sobre Internet das Coisas, no Rio de Janeiro. Fukuda reiterou o papel do laboratório de IoT, que é o primeiro na América Latina para Internet das Coisas em Banda Estreita (Narrowband-IoT) e eMTC (evolved Machine Type of Communication), tecnologia também conhecida como LTE-M.

Entre as atividades desenvolvidas no laboratório estão a avaliação de elementos da rede (terminais, rede de acesso, rede núcleo e plataformas), o desenvolvimento de dispositivos e aplicações por terceiros no Brasil e na América Latina. Será possível realizar a certificação dos inúmeros tipos de dispositivos a serem conectados na rede, para antecipação de riscos e problemas de operação.

"Estamos abrindo nosso espaço com profissionais de alta capacitação para ajudar a criar o ecossistema da Internet das Coisas", completou Fukuda.

Transformar uma ideia num produto

Preparar as ideias e torna-las em um produto comercial. Esse é o grande objetivo do laboratório de Internet das Coisas, o primeiro do genêro na América Latina, criado pela Oi e pela Nokia. "Se uma ideia virar um produto já teremos alcançado nosso objetivo", pontuou o Diretor de Estratégia e Novos Negócios da Oi, Nuno Cadima.

Segundo ele, são áreas de interesse de desenvolvimento em IoT, as casas inteligentes, os carros inteligentes, as cidades inteligentes e a agricultura inteligente. "Esse é um segmento onde há um potencial enorme para a IoT", pontuou. Cadima explicou ainda como as startups poderão participar da iniciativa.

GSMA pretende monitorar até 30 pilotos em Internet das Coisas em 2017

A GSMA prevê 15 bilhões de objetos conectados em 2020, revelou Valter Wolf, diretor da entidade, no Workshop sobre Internet das Coisas, organizado pela Oi e Nokia, nesta quinta-feira, 08/12, no Rio de Janeiro.

De acordo ainda com Wolf, a GSMA espera ter 30 pilotos monitorados até a metade de 2017, entre eles, o da Oi. Em Barcelona, a GSMA vai selecionar um mapa com todos os laboratórios voltados para Internet das Coisas e o da Oi/Nokia é considerado, o maior das Américas. Assistam.


Cloud Computing
Falta de talento incentiva à automatização da nuvem, mas segurança e privacidade ainda são entraves

Pesquisa mostra que as empresas que automatizaram as aplicações legadas e operações de TI na nuvem estão indo além da busca da redução de custos ou da eficiência. Elas usam cloud para inovar seus modelos de negócios.

TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Inteligência Artificial deixa de ser hype, mas sofre com a lacuna de talentos

IA será a tendência de tecnologia de negócios mais debatida, investida e disruptiva dos próximos anos, atenta a 11ª edição do Digital Transformation Review, feita pela Capgmenini.

Banco Daycoval e seguradora Zurich aderem ao Torq para fazer Inovação virar projeto

"Temos 300 clientes, nossa meta é que 10% deles tenham um projeto feito no Torq em 12 meses", diz o Diretor Presidente da Senior Solutions, Bernardo Gomes.

Google segue Facebook e proíbe anúncio de moedas virtuais

Regra começa a valer em junho. Rede social barrou a publicação de anúncios de produtos financeiros não regulados ou especulativos.

Finep e BNDES querem garantias para novo aporte na Unitec Semicondutores

Depois de R$ 1 bilhão investido na fábrica de chips próxima a Belo Horizonte, bancos de fomento foram à CGU buscar soluções legais para a Finep liberar pelo menos mais R$ 72 milhões de um total de R$ 200 milhões necessários para o início da produção.

BB investe R$ 14 milhões em IA e libera transações bancárias no Messenger, do Facebook

Até o final do ano, a instituição financeira realiza um piloto com cerca de 1000 clientes para testar as novas funcionalidades. Negociações com outras redes sociais, entre elas, o WhatsApp Business, do próprio Facebook, estão adiantadas.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G