Home - Convergência Digital

5G pode gerar 22 milhões de empregos no mundo até 2035

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 17/01/2017

Um estudo realizado pela Qualcomm aponta que, em 2035, quando o benefício econômico total do 5G terá ocorrido em todo o mundo, uma série de indústrias - do varejo à educação, do transporte ao entretenimento, entre outros - poderia produzir até US$ 12,3 trilhões de bens e serviços proporcionados pelo 5G.

A pesquisa -  conduzida conjuntamente pelas empresas de pesquisa IHS Markit, PSB e o pelo economista renomado Professor Dr. David Teece, diretor do Tusher Center na Haas School of Business, U.C. California, e principal diretor executivo do Berkeley Research Group (BRG) - destaca ainda que a própria cadeia de valor do 5G é vista como geradora de até US$ 3,5 trilhões em receita em 2035, apoiando até 22 milhões de empregos.

Com o tempo, o 5G terá um impacto no crescimento do PIB global em US$ 3 trilhões de dólares cumulativamente de 2020 até 2035, aproximadamente o equivalente a adicionar ao mundo uma economia do tamanho da Índia, no dólar de hoje. O relatório ressalta que o 5G vai impulsionar a tecnologia móvel para o domínio das Tecnologias de Propósito Geral, como a eletricidade e o automóvel, que fornecem a base para a inovação maciça, dão origem a novas indústrias e beneficiam economias.

Isso acontecerá à medida que o 5G conduz a tecnologia móvel de um conjunto de tecnologias que conectam pessoas e informações a um tecido unificado que conecta pessoas a tudo. "Passei muitos anos estudando o impacto das tecnologias de uso geral, e é claro que o 5G impulsionará as tecnologias móveis para essa categoria, assegurando seu impacto a longo prazo na sociedade e seu crescimento contínuo por décadas", disse o Dr. David Teece.

Complementando o estudo econômico, a pesquisa de opinião feita pela PSB confirma que os tomadores de decisão e líderes de opinião em todo o mundo esperam que o 5G traga amplos benefícios para a sociedade e para a economia global, permitindo novos produtos e serviços, aumentando a produtividade e permitindo que novas indústrias surjam. Mais de 90% dos mais de 3.500 entrevistados concordaram que o 5G permitirá novos produtos, serviços e tipos de uso que ainda não foram inventados.

"Temos trabalhado com afinco para ajudar a criar algumas das principais tecnologias e aplicações que farão do 5G uma realidade, superando as fronteiras do LTE, colaborando com líderes da indústria e liderando a pesquisa crítica por trás da próxima geração de padrão sem fio global", ponderou Steve Mollenkopf, CEO da Qualcomm. Para uma análise aprofundada do estudo, visite: https://www.qualcomm.com/invention/5g/economy.

 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

10/06/2017
GSMA: faixas de 1,5GHz e de 700MHz são o melhor caminho para o 5G

08/06/2017
Brasil assina acordo internacional para 5G

02/06/2017
Com média de 6,8 Mbps, Brasil é 79º em velocidade da internet

29/05/2017
"Não existe meia tecnologia. 4.5G não é um standard", posiciona o CTO da TIM Brasil

29/05/2017
NIC.br libera código-fonte de sistema que mede qualidade da Internet

16/05/2017
Teles vão investir R$ 65 bilhões por ano para ter o 5G

15/05/2017
Ataques cibernéticos causaram prejuízo de US$ 280 bilhões às corporações

02/05/2017
Anac regulamenta uso de drones no Brasil

27/04/2017
Lava-Jato fez demanda do TCU por armazenamento de dados crescer 650%

24/04/2017
Marco Civil da Internet completa três anos com 56 projetos propondo alterações

Destaques
Destaques

4G dispara e tráfego móvel alcançará 66 Exabytes/mês até 2022

Só no 1º trimestre foram adicionadas 250 milhões de novas assinaturas LTE no mundo.

3G está presente em 5016 municípios do Brasil

Já o 4G está presente em 1925 localidades, revela estudo da Telebrasil. O país soma 227 milhões de acessos à internet - 199,8 milhões móveis e 27.2 milhões fixos.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Inteligência Artificial causa furor e não é hype!

Por Eduardo Prado*

O consultor Eduardo Prado explica o que está motivando o 'boom' atual da IA e quais são os 'drivers' de mercado.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site