Home - Convergência Digital

5G pode gerar 22 milhões de empregos no mundo até 2035

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 17/01/2017

Um estudo realizado pela Qualcomm aponta que, em 2035, quando o benefício econômico total do 5G terá ocorrido em todo o mundo, uma série de indústrias - do varejo à educação, do transporte ao entretenimento, entre outros - poderia produzir até US$ 12,3 trilhões de bens e serviços proporcionados pelo 5G.

A pesquisa -  conduzida conjuntamente pelas empresas de pesquisa IHS Markit, PSB e o pelo economista renomado Professor Dr. David Teece, diretor do Tusher Center na Haas School of Business, U.C. California, e principal diretor executivo do Berkeley Research Group (BRG) - destaca ainda que a própria cadeia de valor do 5G é vista como geradora de até US$ 3,5 trilhões em receita em 2035, apoiando até 22 milhões de empregos.

Com o tempo, o 5G terá um impacto no crescimento do PIB global em US$ 3 trilhões de dólares cumulativamente de 2020 até 2035, aproximadamente o equivalente a adicionar ao mundo uma economia do tamanho da Índia, no dólar de hoje. O relatório ressalta que o 5G vai impulsionar a tecnologia móvel para o domínio das Tecnologias de Propósito Geral, como a eletricidade e o automóvel, que fornecem a base para a inovação maciça, dão origem a novas indústrias e beneficiam economias.

Isso acontecerá à medida que o 5G conduz a tecnologia móvel de um conjunto de tecnologias que conectam pessoas e informações a um tecido unificado que conecta pessoas a tudo. "Passei muitos anos estudando o impacto das tecnologias de uso geral, e é claro que o 5G impulsionará as tecnologias móveis para essa categoria, assegurando seu impacto a longo prazo na sociedade e seu crescimento contínuo por décadas", disse o Dr. David Teece.

Complementando o estudo econômico, a pesquisa de opinião feita pela PSB confirma que os tomadores de decisão e líderes de opinião em todo o mundo esperam que o 5G traga amplos benefícios para a sociedade e para a economia global, permitindo novos produtos e serviços, aumentando a produtividade e permitindo que novas indústrias surjam. Mais de 90% dos mais de 3.500 entrevistados concordaram que o 5G permitirá novos produtos, serviços e tipos de uso que ainda não foram inventados.

"Temos trabalhado com afinco para ajudar a criar algumas das principais tecnologias e aplicações que farão do 5G uma realidade, superando as fronteiras do LTE, colaborando com líderes da indústria e liderando a pesquisa crítica por trás da próxima geração de padrão sem fio global", ponderou Steve Mollenkopf, CEO da Qualcomm. Para uma análise aprofundada do estudo, visite: https://www.qualcomm.com/invention/5g/economy.

 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

22/02/2017
Setor de Telecomunicações lança Projeto 5G Brasil

14/02/2017
5G: dada a largada pela disputa pela frequência ideal

07/02/2017
Tráfego de dados móveis vai crescer cinco vezes no Brasil até 2021

03/02/2017
Plataforma 100% nacional usa o smartphone e a nuvem como pilares para IoT

01/02/2017
GSMA: Governos precisam definir um plano global de espectro para acelerar o 5G

31/01/2017
Publicidade maliciosa é 'nefasta' e provoca prejuízo bilionário na Internet

17/01/2017
5G pode gerar 22 milhões de empregos no mundo até 2035

16/12/2016
5G precisa de maior flexibilidade no uso do espectro

14/12/2016
TCU deveria fiscalizar contingenciamento de recursos às agências, diz Anatel

12/12/2016
Governo diz que segurança e privacidade são essenciais para Internet das Coisas

Destaques
Destaques

Tráfego de dados móveis vai crescer cinco vezes no Brasil até 2021

Relatório Cisco Visual Networking revela que, nos próximos cinco anos,  a população global terá mais telefones celulares (5,5 bilhões) do que contas bancárias (5,4 bilhões), água canalizada (5,3 bilhões) e telefones fixos (2,9 bilhões). Redes 5G chegam antes com IoT.

5G pode gerar 22 milhões de empregos no mundo até 2035

Pesquisa mostra que o 5G terá um impacto no crescimento do PIB global em até US$ 3 trilhões de 2020 a 2035.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

VoLTE: Você sabe o que isso vai significar?

Por Luiz Cesar de Oliveira,

Serviços de voz sobre uma rede 4G devem se tornar disponíveis aos consumidores a partir de 2017.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site