Convergência Digital - Home

Contact center: Nuvem e Inteligência Artificial são prioridades na América Latina

Convergência Digital
Da redação - 19/01/2017

A crise econômica fez com que os provedores de contact center priorizassem os investimentos e o meio escolhido para avançar - e alcançar a eficiência operacional - foi a computação em nuvem. De acordo com o Latin American Contact Center Systems Market, Forecast to 2021, da consultoria Frost&Sullivan, a migração das infraestruturas para o ambiente de computação em nuvem terá intensa até 2021, com o mercado de nuvem concentrando mais de 30% das operações.

"Os fornecedores de sistemas on-premises se empenharão para introduzir opções baseadas em nuvem e/ou híbridas para manter o ritmo em um mercado cada vez mais competitivo", disse Maiara Munhoz, analista sênior da indústria de Customer Contact da Frost & Sullivan. "Por exemplo, a compra pela Genesys do portfólio de nuvem e componentes de comunicações empresariais da Interactive Intelligence destaca a expansão de portfólio e proporciona à mesma uma vantagem competitiva sobre a Avaya", completou o executiva.

O relatório da consultoria apura que omercado de contact center on-premises da América Latina atingiu US$ 240,0 milhões em receitas em 2015 e deverá atingir US$ 275,5 milhões em 2021. Em 2015, o Brasil representou quase 50% deste mercado. Porém, Chile, Peru e Colômbia terão as maiores taxas de crescimento durante o período de forecast.

A pesquisa mostra também que as empresas de telecomunicações latino-americanas estão buscando aumentar a eficiência e reduzir custos. Um contexto que leva ao uso da tecnologia de inteligência artificial (IA) e de processamento de linguagem natural (PLN), ferramentas que terão crescente adoção através de uma variedade de aplicações como reconhecimento de fala, análise de fala, biometria e automação robótica de processos.


Destaques
Destaques

Computação em nuvem protagoniza investimentos no Brasil

Crescimento anual das ofertas de cloud é estimado em 26% até 2022. Já os aportes em em Inteligência Artificial vão crescer 29% nos próximos quatro anos.

Embratel: Ao definir preferência pela nuvem, governo agiliza jornada digital

Definição nas compras governamentais por cloud first transforma a contratação de serviço, pontua o gerente executivo de vendas de TI da Embratel, Odélio Horta Filho. Compras governamentais e o uso das novas tecnologias como IA, Machine Learning e IoT serão tema de debate no Brasscom TecFórum, em Brasília.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Edge Computing para acelerar os negócios das empresas brasileiras

Por Henrique Cecci*

O que é, afinal, Edge Computing? Trata-se da aplicação de soluções que facilitam o processamento de dados diretamente na fonte de geração de dados. No contexto da Internet das Coisas (IoT), por exemplo, as fontes de geração de dados geralmente são "coisas" com sensores ou dispositivos incorporados.

Intuição versus análise de dados na gestão

Por Douglas Scheibler*

O poder decisório significa alta responsabilidade e inúmeros riscos. Neste cenário caótico, analisar dados é indispensável e é o que justifica uma determinada medida ser considerada como correta, em um cenário específico, em detrimento de outras.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site